Desafio de aprendizagem - adi - técnicas de negociação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2421 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (CEAD)
Curso ST Logística
Pólo Guaicuru


Julio César Vareiro Lopes RA 205626







A distribuição do poder
DESAFIO DE APREDIZAGEM
1° Semestre






Campo Grande - MS
05 /2012


Julio César Vareiro Lopes RA 205626




A distribuição do poder
DESAFIO DE APREDIZAGEM
1° Semestre


Relatórioapresentado como atividade avaliativa da disciplina de tecnicas de negociação do Curso de Logistica do Centro de Educação a Distância da Universidade Anhanguera-Uniderp, sob a orientação do professor-tutor presencial Aline Tostes Palma.










Campo Grande - MS
05 /2012

ATIVIDADE AVALIATIVA DESAFIO DE APRENDIZAGEM
A distribuição do poder

ETAPA 1
A distribuição do poder
FórumMundial de Liderança e Alta Performance.
A distribuição do poder
Em entrevista exclusiva, Jeffrey Pfeffer, a maior autoridade de Stanford quando o assunto é poder, ensina a avaliar a distribuição de poder em uma organização e afirma que os executivos inovadores são os que mais tendem a acumular poder atualmente.
Há alguns anos se dizia nos solenes claustros de Harvard que é mais fácil falar dedinheiro e mais fácil ainda, de sexo do que falar de poder. Porém, em outra usina de idéias como é Stanford, Jeffrey Pfeffer não hesitava em ministrar cursos e escrever livros que se transformaram em obras de referência sobre o assunto, como Managing with Power, onde reconhecia sem rodeios que o poder desperta sentimentos ambivalentes. Todos admitimos que o poder é uma faculdade desejável porqueparece necessário ao sucesso, mesmo sem apreciá-lo.
Essas emoções que o poder desperta, que podem chegar ao extremo do desprezo mais absoluto, são consequência de dois fatores. O primeiro: o fato de saber que as mesmas estratégias e procedimentos usados para alcançar objetivos positivos podem ser utilizados com intenções nefastas. O segundo: a experiência educacional, em qualquer nível,geralmente ensina que o sucesso na vida é uma questão de esforço individual e tira importância da interdependência. Não é assim, afirma Pfeffer. O sucesso é, com frequência, consequência do trabalho em equipe e de quão bem os indivíduos possam coordenar suas atividades.
Nesta entrevista exclusiva, Pfeffer faz reflexões sobre algumas questões delicadas em torno do assunto, desde os símbolos de poder, reaise percebidos, até os atributos ou qualidades pessoais necessários para conseguir detê-lo e retê-lo sem se omitir em temas tão escorregadios como as lutas políticas e as concorrências internas.
Em seu livro Managing with Power, o Sr. afirma que administrar o poder significa reconhecer a existência de interesses diversos em qualquer tipo de organização. Em uma empresa, nesse jogo de interessesdiversos, alguns departamentos ou grupos conseguem impor-se sobre os demais. Nos anos 80 e 90, por exemplo, muitos consideravam que o departamento financeiro encabeçava o ranking dos poderosos... Quais são os departamentos ou grupos que tradicionalmente detêm mais poder?
A resposta depende de muitos fatores organizacionais e também do ambiente de negócios de cada país. No Japão, por exemplo, nãoacontece o mesmo que na Alemanha ou nos Estados Unidos. No Japão, as áreas de produção e de recursos humanos são as mais poderosas. Nos Estados Unidos, é o departamento financeiro. Na Europa, engenharia, produção e pesquisa ainda gozam as vantagens do poder.
Por que o Sr. diz ainda ? Quais as tendências ou mudanças efetivas na distribuição de poder que o Sr. detectou nos últimos anos?
Não muitas.Esses processos são lentos. Eles se estendem através das décadas, não em poucos anos. E o fenômeno de maior impacto, o que mais altera a paisagem do poder, é a mudança, principalmente quando gera contingências ou incertezas ou quando afeta questões que as empresas consideram críticas. Por exemplo, a crescente importância dos mercados de capitais, tanto nos Estados Unidos como em outras partes do...
tracking img