Cromatografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2022 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
| CURSO DE FARMÁCIA Disciplina de Química Orgânica A |
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA |
CROMATOGRAFIA
ALANNA KRUEL BORTOLOTTO
MARIELLI HAMMAD
VALÉRIA PICININ DO NASCIMENTO

1. Introdução
A Cromatografia é um método físico-químico de separação dos componentes de uma mistura realizada através da distribuição desses componentes em duas fases. Uma das fases permanece estacionáriaenquanto a outra se move através dela. A cromatografia tem aplicações qualitativas e quantitativas, obtidas por meio da análise do cromatograma. Os processos que utilizam a migração diferencial estão divididos mais especificamente em três tipos: cromatografia por coluna, gás-líquido e a cromatografia em camada fina.
Cromatografia por coluna se caracteriza por colunas que contêm sólidos e misturasde solventes orgânicos. O sólido que se utiliza na fase fixa deve ser uma substância insolúvel na fase móvel associada (eluente). Esta técnica é muito utilizada para isolamento de produtos naturais e purificação de produtos de reações químicas. As fases estacionárias mais utilizadas são sílica e alumina, entretanto estes adsorventes podem servir simplesmente como suporte para uma fase estacionárialíquida. Fases estacionárias sólidas levam à separação por adsorção e fases estacionárias líquidas por partição. Suportes quimicamente modificados também têm sido usados, sendo o processo de separação misto neste caso.
A cromatografia gás-líquido baseia-se na polaridade relativa das fases. Em gasosa a fase móvel é inerte e a separação ocorre devido às interações das moléculas da amostra com afase estacionária, enquanto na cromatografia líquida a polaridade de ambas é as fases é importante. Chama-se cromatografia líquida com fase normal “quando a fase estacionária é mais polar do que a fase móvel, e cromatografia com fase reversa” quando se tem o inverso, ou seja, a fase móvel é mais polar e a fase estacionária apolar.
Já a cromatografia em camada delgada consiste na separação doscomponentes de uma mistura através da migração diferencial sobre uma camada delgada de adsorvente retido sobre uma superfície plana. Ela é usada para determinar a pureza de um composto e também, para acompanhar o progresso de uma reação pelo aparecimento dos produtos e desaparecimento dos reagentes, onde as substancias menos polares avançam mais rapidamente que as substancias mais polares. Essadiferença na velocidade resultará em uma separação dos componentes da amostra.
A cromatografia mais utilizada é a ascendente, que utiliza uma tira de papel de comprimento e larguras variáveis em função da cuba cromatográfica a ser utilizada. Por capilaridade, que é a propriedade dos fluídos de subir ou descer em tubos muito finos (capilares). Com base nessas separações de componentes, sãorealizadas análises qualitativas em função dos Rf. O Rf é um valor característico de uma determinada substância, quando observadas características do papel, a qualidade e a quantidade da fase móvel, a temperatura, o volume e a concentração da substância aplicada.

2. Objetivos
Esta atividade teve por objetivo verificar a separação de uma mistura de dois ou mais compostos diferentes pordistribuição entre fases, uma das quais é estacionária e a outra móvel, tal processo caracteriza-se como cromatografia, o qual depende da natureza das duas fases envolvidas. Na atividade foi observado um tipo de cromatografia, no caso, sólido-líquido.

3. Prática 1 – CROMATOGRAFIA EM CAMADA FINA

3.1 Materiais
* Béquer de 100 ml
* Béquer de 500 ml
* Cápsula de porcelana
*Pistilo
* Bastão de vidro
* Placa de Sílica
* Pipetador
* Pipeta graduada
* Capilares
* Comprimido
* Vidro Relógio
* Capela

3.2 Reagentes
* Ácido Acético glacial
* Acetato de Etila
* Diclorometano
* Etanol
* Amostras ( AAS, IBUPROFENO, PARACETAMOL, CAFEÍNA)

3.3 Procedimentos
Preparou-se as soluções das substâncias a serem usadas como...
tracking img