Demanda habitacional no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1249 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
valeu!!
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 PROBLEMA Erro! Indicador não definido.

3 OBJETIVO.............................................................................................................05

4JUSTIFICATIVA.....................................................................................................06

5 METODOLOGIA.....................................................................................................07

6 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA..................................................................................08

7 CRONOGRAMA DAPESQUISA...........................................................................09

8 ORÇAMENTO........................................................................................................10

9 RESULTADOS ESPERADOS...............................................................................12

10 REFERÊNCIAS...................................................................................................13INTRODUÇÃO

A pobreza no Brasil não resulta das disparidades entre o mundo rural e o mundo urbano, como na Índia, e sim da concentração de renda urbana. No mundo inteiro houve e há problemas de déficit habitacional. Mas todos os países em que houve e há políticas de financiamento da construção resolveram parcialmente, ou pelo menos evitaram o agravamento do problema. Em alguns países da Europa,e na Nova Zelândia, a habitação é uma meta social definida pelo governo. Desde os anos 1950 a França vem construindo as chamadas habitations à loyer modéré (HLM), casas e apartamentos de aluguel reduzidos; o déficit habitacional que havia no final da Segunda Guerra foi sanado em pouco mais de dez anos.
Com efeito, o déficit habitacional é o grande empecilho para superar-se o quadro depobreza. Os 53 milhões de pobres e miseráveis brasileiros não têm como pagar um aluguel, muito menos como possuir uma moradia. Suprir esse déficit exige um investimento a longo prazo, uma massa de recursos que podemos estimar em 4% do produto nacional.
Raquel Rolnik, urbanista com doutorado pela Universidade de Nova Iorque, afirma que “Avançamos muito no combate à pobreza, mas nãoincorporamos o território, já que o desenvolvimento urbano, no País, está baseado em políticas setoriais e não territoriais. Desta forma, fica difícil perceber a incidência de programas de transferência de renda nas grandes cidades. Para combater a pobreza temos que repensar o acesso à terra e à moradia. Caso contrário, vamos assistir a reprodução de guetos”





PROBLEMA

Demandahabitacional no Brasil e suas consequências para a pobreza e a desigualdade social, em todas as unidades da federação brasileira.

OBJETIVO

Contribuir e auxiliar no entendimento do comportamento das principais variáveis que determinam a dinâmica do mercado imobiliário. A metodologia desenvolvida deverá considerar as condições demográficas do país, principalmente a estrutura etária e asconfigurações familiares, como fatores fundamentais para a demanda por habitação. Assim, permitir identificar os potenciais demandantes de novas moradias, bem como, a população que vive em imóveis sem condições de habitabilidade

JUSTIFICATIVA

Identificar, com maior precisão, onde, de que forma e para quem estão sendo produzidas habitações no país, questões fundamentais para oequacionamento da demanda por habitações. Propor nova ótica para a compreensão da questão habitacional brasileira, a partir do aprofundamento acerca das recentes transformações sociais do país, da evolução dos arranjos familiares e demais fatores que influenciam a demanda por moradias.

METODOLOGIA

Pesquisa bibliográfica, que abrangerá uma composição de indicadores e um conjunto de informações...
tracking img