Dados sobre xereta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1070 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
XERETA REFRIGERANTES
-------------------------------------------------

-------------------------------------------------
EXPORTAÇÃO
Os produtos Xereta, encontrados em vários países, é hoje o melhor exemplo da qualidade e excelência na produção de refrigerantes, sucos, águas, chás preto, água de côco, néctares, barras de cereais, groselha,refresco em pó. Possui hoje capacidade de fabricação de 35 milhões de litros por mês com a mais moderna tecnologia na produção, equiparada às melhores fábricas brasileiras e mundiais.

A exportação de bebidas iniciou-se em 1995. Atualmente exportamos para Mercosul (Argentina, Paraguay, Chile, Bolívia), EUA, Angola, Líbano, Japão.
A empresa possui certificado no FDA (Foods and DrugsAdministration), órgão este extremamente rigoroso e importante para as exportações. Portanto estamos aptos à exportar à qualquer outro país, sem nenhuma restrição.

Utilizamos transportes marítimos (navios) e terrestres (caminhões) p

-------------------------------------------------
Nossa Missão
Nossa Missão é desenvolver e produzir bebidas criando alternativas para atender consumidores que buscamqualidade com preços compatíveis.
-------------------------------------------------
Nossos Valores
Continuidade da organização através do lucro; Fortalecimento da Marca XERETA; Política comercial Leal; Desenvolvimento dos Colaboradores; Melhor produto; Preservação do Meio Ambiente.
-------------------------------------------------
História
A Refrigerantes Xereta, fundada em 1970 com capitaltotalmente brasileiro, foi criada a partir da tradição de seus fundadores na fabricação de refrigerante.A história da Xereta confunde-se com a saga de inúmeros imigrantes que vieram ao Brasil em busca de melhores oportunidades. Em 27 de julho de 1892, Caetano Schincariol solicitou na Itália autorização para emigrar ao Brasil com esposa e filhos. Ele tinha 50 anos e sua esposa Rosa Bottega, 39 anos.Devidamente autorizado como Registro número IX, Passaporte 424, a família deixou a Itália pela Linea Del Brasile, Via Pone Calvi 4 e 6 – Officio Passagieri. Com Caetano e Rosa vieram os filhos Lúcia, 17 anos, Giuseppe, 16, Pietro, 15, Alba,13, Carolina, 12, Pierina, 10, Ana Maria, 8 e Giácomo, 3 anos. O último filho do casal, Antônio, nasceu na chegada ao Brasil. Essa viagem ao Brasil foiconturbada. Segundo conta o advogado capivariano Dr. Orlando Schincariol, filho de Giácomo, seu avô Caetano vendeu as propriedades na Itália e com suas economias tinha intenção de explorar minérios no Brasil. O navio que os conduzia, VAPORE MONTEVIDEIO, desviou-se inexplicavelmente da rota e ficou por três meses preso na França. Época difícil e de muita miséria, o navio foi saqueado várias vezes e sem tercomo se defender, a família Schincariol viu suas economias esvaindo-se aos poucos e o sonho da exploração de minérios no Brasil se reduziu a nada. A chegada dos Schincariol a Tietê:Sem dinheiro, com as esperanças perdidas, mas com a cultura européia na bagagem, a família Schincariol chegou ao porto de Santos em 1893. De Santos rumaram para Tietê . Pouco depois mudaram-se para Rafard e Capivari.Mais tarde começou a saga da família vencendo na vida com o início da fabricação de bebidas. O terceiro filho do casal Caetano e Rosa, PIETRO, nascido na Itália em Conegliano em 19 de julho de 1877, começou a se destacar no Brasil imediatamente. Aos 17 anos já era administrador de fazendas e respeitado pela sua cultura européia. Quando chegaram ao Brasil, os Schincariol tiveram passagem rápida porTietê na Fazenda de Juca Alves. Em Capivari e Rafard é que a família cresceu. Um dos filhos de Pietro, Amélio, morou com seu tio Giácomo, que tinha em Capivari uma fábrica de gasosa (refrigerantes e licores). Perto da fábrica ficava o ponto de ônibus que fazia a linha Capivari/Tietê. Sempre que podia, Amélio passava sua folga conversando com o motorista e sócio proprietário dos ônibus, Bepin...
tracking img