Custo de capital

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1624 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Custo de capital.

O custo de capital de uma empresa é a taxa de retorno que a empresa deve obter em seus investimentos para manter seu valor de mercado inalterado.
Os projetos com retornos acima do custo de capital devem aumentar o valor da empresa, assim como projetos com retorno abaixo do custo de capital devem reduzir seu valor. Caso a empresa obtenha uma taxa de retorno acima do seu custode capital, então é bastante provável que a empresa consiga captar novos recursos (através de financiamento ou emissão de novos títulos de dívida ou ações) a termos vantajosos.
O custo de capital da empresa deve abranger as remunerações exigidas pelos sócios e acionistas e mais a remuneração exigida pelos terceiros, ponderado, logicamente, pela participação de cada um no capital da empresa.Assim,
pode-se dividir o custo de capital da empresa em próprio e de terceiro.

A fórmula de cálculo do custo de capital é a seguinte:

Custo Capital = Rl+Beta*(Rm-Rf)

Onde: Rl = Taxa de retorno exigida de ativo de risco livre, geralmente medida como retorno de um título de governo de longo prazo; Beta = Coeficiente beta da empresa; Rm = taxa de retorno exigida do mercado; (Rm-Rf) = Pode servisto como prêmio pelo risco de mercado.

O custo de capital é calculado com base em diversas fontes de financiamento de caráter permanente e de longo prazo, que compõe a estrutura de capital de uma empresa, ele deve ser determinado de forma a ser o mais “realista” possível, pois é com base nele que serão tomadas importantes decisões estratégicas. As taxas de juros determinam o custo do capital eflutuam muito no longo prazo, o que dificulta a estimativa das taxas futuras.

|Ativo circulante |Passivo circulante |
|Ativo permanente |Dívida de longo prazo |
| |Patrimônio de acionistas |

Estrutura de capital da
empresa e custo capital

Custo de capital próprio.

Ocusto de capital próprio corresponde ao retorno que os investidores, sejam acionistas ou sócios exigem pelo investimento nas ações da empresa ou participação direta no capital social da empresa.

A remuneração de um acionista consiste basicamente nos dividendos pagos pela empresa. Imaginado-se que os dividendos de uma empresa tendem a crescer a uma taxa constante, o retorno exigido peloacionista será o percentual do dividendo em relação ao valor da ação, acrescido da taxa de crescimento do dividendo.

Existem duas formas de calcular o custo de capital próprio: O modelo de crescimento de dividendos ou modelo de Gordon e o modelo SML ou linha de mercado de títulos.

• Modelo de crescimento de dividendos ou modelo de Gordon:

Rexig = D/Po + g

Sendo que:
Po = preço correnteda ação ordinária
D = dividendo por ação esperado no final do ano 01
Rexig = taxa de retorno exigida sobre a ação ordinária
g = taxa anual de crescimento constante dos dividendos

As vantagens deste modelo é que é simples de se calcular e é fácil de ser compreendida e utilizada;
As desvantagens são que só é aplicável a empresas que paguem dividendos, a suposição de que os dividendos crescem auma taxa constante é forçado e não considera o risco de modo explícito.

• Modelo SML ou Linha de Mercado de Títulos:

Resp = Rlivre + (8 x (Rmerc - Rlivre))

Sendo que:
Resp = Retorno esperado do título ou ação ou Custo de Capital Próprio
Rlivre = Retorno livre do risco
8 = Índice beta do título ou ação
Rmerc = Retorno de mercado

As vantagens deste modelo é que considera orisco, uma vez que trabalha com o beta e que é aplicável não só a empresas que pagam dividendos;
As desvantagens são que o retorno de mercado deve ser estimado, o que torna o modelo mais impreciso e que por utilizar o beta, o futuro está sendo projetado com base no passado, o que nem sempre será necessariamente seguido.

Custo de capital de terceiros.

O custo de capital de terceiros consiste na...
tracking img