Custo alvo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4098 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Princípios de custeio: uma nova abordagem

Sedinei José Nardelli Beber (UFRGS) sedinei@producao.ufrgs.br
Edson Zílio Silva Zílio.silva@pirelli.com.br
Mara Chagas Diógenes (UFRGS) maracd@producao.ufrgs.br
Francisco José Kliemann Neto (UFRGS) kliemann@producao.ufrgs.br

Resumo

Os sistemas de custeio fornecem informações imprescindíveis aos processos de tomada de decisões. Porém estesdevem estar fundamentados em princípios que venham a estabelecer um quadro geral dos custos de produção, e assim, detectar ineficiências existentes neste processo. Analisando a forma com a qual são tratados os custos industriais, verificou-se a necessidade de novos parâmetros de análise dos custos que contemplem as perdas inerentes ao sistema de produção. Desta forma, este trabalho visa propor adefinição de novos princípios de custeio ainda não consolidados, enfatizando na importância deste para as avaliações de custos.
Palavras chave: Princípios de custeio, Perdas normais, Perdas anormais.

1. Introdução

O processo produtivo, de uma forma geral, é caracterizado por apresentar perdas, decorrentes de desperdícios de recursos, tais como quebras, sobras, retrabalhos, refugos, ociosidades eineficiências. As perdas podem ser classificadas em normais, quando se mantiverem dentro de padrões previstos nas especificações do produto e processo, ou anormais, quando excederem os limites previstos nessas especificações.

Por muito tempo, a prática empresarial tem sido transferir o custo relativo a estas perdas para os consumidores. No entanto, o processo de globalização provocoualterações na competitividade mundial, como, por exemplo, a inserção dos produtos asiáticos nos mercados ocidentais. Este fato tem induzido mudanças na lógica de formação dos preços, os quais passaram a ser estabelecidos pelo mercado, no qual o aumento da competitividade tornou-se uma questão de sobrevivência (MÜLLER, 1996).

Assim, as décadas de 80 e 90 foram marcadas pela busca incessante de seestabelecer sistemas produtivos que pudessem localizar e eliminar as perdas, de forma a maximizar a margem de lucro, através da racionalização e redução dos custos de produção (KRAEMER, 1995; MÜLLER, 1996). Para a possível adequada administração das perdas, surgiu, então, a necessidade de criação de um sistema de monitoramento capaz de identificar as ineficiências. Este sistema deveria fornecer informaçõesrelativas ao controle da organização, e, assim, subsidiar o processo de tomada de decisões no ambiente competitivo (CAMPOS, 1992). Enfatizam-se, então, os sistemas de avaliações dos gastos e custos das empresas, sistemas de custeio.

É nesse período que se consolida o conceito de custo-meta ou custo-alvo: “objetivo de custo que se tem para um produto novo ou modificado, obtido através dadiferença aritmética entre o preço máximo que o mercado está disposto a pagar por esse produto e a margem de lucro que se necessita obter para que se garanta a remuneração do capital aplicado na empresa e sua sobrevivência futura” (MORO, 2003). Este conceito viria a servir de parâmetro para saber se a empresa teria condições, no momento da avaliação, de produzir ao preço que o mercado estava disposto apagar. Os sistemas de custeio passaram, então, a fornecer as informações necessárias à avaliação do custo-meta e ao processo de tomada de decisões (BERLINER & BRIMSOM, 1992; KLIEMANN NETO, 1990).

As informações provenientes dos sistemas de custeio resultam da combinação de princípios e métodos de custeio. Os princípios são referentes à variabilidade dos custos (custos variáveis e custos fixos),estando relacionados à definição das informações mais adequadas às necessidades da organização. Os métodos de custeio são referentes à forma como serão alocados os custos diretos e indiretos (BORNIA, 2002; KRAEMER, 1995; MÜLLER, 1996).

A maior importância dos princípios de custeio encontra-se na natureza da informação que eles fornecem. A literatura referencia três destes princípios: (i)...
tracking img