Teoria literaria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4987 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIDERP INTERATIVA
CURSO DE LETRAS
POLO: GUAÍRA SP
TUTOR PRESENCIAL: REGINA OLIVEIRA

ELIANA CRISTINA DIAS DE SOUZA RA: 234875
MILTISMAR QUINTINO RA
MILENA RICCO GASTALDI RA

TRABALHO DE TEORIA LITERÁRIA

OBJETIVO:

Dar as analogias e diferenças entre as personagens Capitu de Machado de Assis na obra “Dom Casmurro” e Luísa de Eça de Queirós na obra “O PrimoBasílio”. 
CAPITU E LUISA
1. Características Psicológicas       
Capitu é apresentada como uma pessoa audaciosa, ousada, astuta, dissimulada, que convencia as pessoas a favor de um benefício próprio; eufórica, contente, inventiva, trabalhadora. Mas também uma pessoa amável.
Ao contrário de Luísa, Capitu representa a mulher emancipada, a que se coloca tanto no plano espiritual, quanto no sexual ese mantém ativa, nunca passiva. Seu traço mais pertinente é uma independência quase intrínseca à sua natureza. Há uma leveza, uma espontaneidade em seu espírito que a coloca acima dos papéis que lhe eram reservados na cultura e na sociedade a que pertencia. Roberto Schwarz (1977:
[...] “A cabeça da minha amiga sabia pensar claro e depressa.” (ASSIS. Machado; 2008, p.111)
[...] “Com D. Glória eD. Justina mostro-me naturalmente alegre, para que não pareça que a denúncia de Jose Dias é verdadeira. Se parecesse, elas tratariam de separar-nos mais...” (ASSIS. Machado; 2008, p.138)
[...] “Capitu usava certa magia que cativa...” (ASSIS. Machado; 2008, p.140)
Já Luisa é uma mulher sonhadora que fantasia com o mundo romântico e idealizado dos livros que lê. No romance fica fácil perceber queessas idealizações são de natureza erótica e denunciam sua insatisfação com a ociosidade de seu cotidiano.
[...] “Mas Luísa, a Luisinha, saiu muito boa dona de casa; tinha cuidados muito simpáticos nos seus arranjos, era asseada, alegre como um passarinho, amiga do ninho e das caricias do macho; e aquele serzinho louro e meigo veio dar à sua casa um encanto sério.” [...] pg.17
Entre as duasmulheres, pode notar que Capitu determinava suas emoções, sendo mais astuta conseguia ser racional aponto que conseguia conduzir seus sonhos ao final tão esperado por ela. Já Luísa era menos esperta não tinha uma coerência psicológica, tão forte desejando assim arriscar se no desconhecido deixava-se levar pelos sentimentos e o desejo de uma nova paixão.
Vamos aproximar O Primo Basílio de DomCasmurro tomando como ponto de partida alguns aspectos particulares que os aproximam. Em ambos há a presença de uma personagem feminina que transgride uma interdição do código moral no plano da sexualidade, realizando assim uma ruptura, que supõe a subversão de uma determinada ordem. Essas personagens, ao mesmo tempo em que agentes, tornam-se vítimas de sua própria transgressão.
Luísa e Capitu sãomulheres inventadas em sua condição de produto de desejo, ou seja, estamos diante de marionetes feitas por homens, produtos sociais, cujos modelos de sexualidade e comportamento são impostos por normas culturais e sociais vigentes.
2- Características físicas
Capitu é descrita como: uma moça morena, alta, forte, cabelos pretos e longos, olhos claros e grandes, nariz reto e comprido, boca fina equeixo largo.
Não podia tirar os olhos daquela criatura de quase quatorze anos, alta, forte e cheia, apertada em um vestido de chita, meio desbotado. Os cabelos grossos, feitos em duas tranças, com as pontas atadas uma à outra, à moda do tempo, desciam-lhe pelas costas. Morena, olhos claros e grandes, nariz reto e comprido, tinha a boca fina e o queixo largo. As mãos, a despeito de alguns ofíciosrudes, eram curadas com amor; não cheiravam a sabões finos nem águas de toucador, mas com água do poço e sabão comum trazia-as sem mácula. Calçava sapatos de duraque, rasos e velhos, a que ela mesma dera alguns pontos. (MACHADO DE ASSIS, 2008, p. 53)
“Era mulher por dentro e por fora, mulher à direita e à esquerda, mulher por todos os lados, e desde os pés até a cabeça”. (Assis, 1997: 183)

O...
tracking img