Culura rn

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5570 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


E. E. Basílio Batista de Araújo
Disciplina: Cultura do RN
7º ano
Professora: Márcia Roseane


[pic]



Aluno:__________________________________________________________________












Cultura e Sociedade





[pic]











A RELAÇÃO DO INDIVÍDUO COM A SOCIEDADE E A CULTURA


Os padrões culturaiscircunstancialmente transformam o homem produtor de cultura em apenas reprodutor desta mesma; e essa forma de relação social garante o sistema ou STATUS QUO. Entretanto, haverá sempre uma quantidade de individualismo que o homem reserva para si, ou seja, sua personalidade ( características pessoais). Portanto, é fundamental que o ser humano desenvolva também seus próprios padrões de conduta.Pois, se as pessoas se limitassem apenas a reproduzir os padrões estabelecidos, seria como acreditar na estaticidade e não na dinamicidade da cultura.
Toda sociedade, seja ela primitiva ou civilizada, desenvolve mecanismos para definir lugares ao indivíduo no seio da comunidade. Assim, temos de assumir papéis e deveres de acordo com o sexo, idade e posição social. O lugar que cada um deveocupar na sociedade, depende de fatores que vão desde as limitações econômicas, culturais, etc, até possibilidades que lhes são apresentadas. Então, a questão passa pela estratificação social, pela divisão da sociedade em classes sociais.
Existem na mesma sociedade valores e códigos culturais que são próprios e específicos de cada classe. É no “senso comum”, no “gosto”, no cotidianodas pessoas, que vamos perceber os códigos próprios de cada classe social. Há a cultura da classe dominante (alta e média) e a da classe proletária. E não é à toa que membros de outras classes sociais procurem se distanciar de produtos culturais da classe operária. Isso é a censura de classe no meio social. Por exemplo, quando um membro da classe média porta um objeto do universo proletário, écomum manifestar-se um preconceito social, através de conceitos como: “cafona”, “mau gosto”, “baixo nível”, “brega”, etc...
As diferenças de nível sócio econômico, profissionais e especializações, consistem nos principais fatores de estratificações sociais.
No entanto, atualmente a radicalização dos meios de comunicação de massa (mídia), está gerando um nivelamento entre ascamadas sociais, como a onda do arroxa, o funk, o forró, etc... Esta política foi ou é usada em regimes populistas, que tentam nivelar a cultura por baixo, em nome de uma unidade nacional.






O QUE É CULTURA?

É o conjunto dos padrões de componente, das crenças, das instituições e doutros valores espirituais e materiais; transmitidos coletivamente e característicos de umasociedade. Uma herança que o homem recebe ao nascer – são as influências do processo de socialização. A cultura é formada de valores que compõem o padrão cultural: a organização social, e língua usada, a organização política, a estética, as artes, o ensino, a região, as leis jurídicas, etc.
Na realidade humana, o conceito de sociedade deve ser sempre complementado pela nação de cultura.Cada sociedade é caracterizada por um contingente organizado de pessoas, regidas pelo mesmo conjunto de normas e leis.
Uma cultura é também um grupo organizado de padrões, leis naturais, convenções, entre outras coisas, em constate processo de transformação. A própria dinâmica da cultura permite que ao longo do curso da sua história, a aquisição de novos elementos e abandono ( quasesempre por desuso) de outros. Esse fenômeno tem influência no Folclore de qualquer sociedade. Com o advento dos meios de comunicação de massa (TV, rádio, jornais, revistas, vídeos, etc...) o tráfego de informações é transmitido instantaneamente de região para região e até de continente para continente; transformando o planeta numa imensa “aldeia global”.
O indivíduo deve respeitar e...
tracking img