Cultura um conceito antropologico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1369 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Do alimento à alimentação Wanessa Asfora Aula 5

1

AULA 5 TEMPO, ESPAÇO E CULTURA: FATORES DETERMINANTES PARA ALIMENTAÇÃO? (parte II)

I. QUESTÕES PARA COMEÇAR a. Por que Norbert Elias escolhe De civilitate morum puerilium de Erasmo de Rotterdam como ponto de partida? b. Como se articulam os conceitos de courtoisie, civilité e civilização na lógica da obra? c. Em que sentido a mesa (objetoe maneira à mesa) pode ser compreendida como produto/vetor do processo de civilização?

II. NORBERT ELIAS
l l l l

Breslau 1897 – Amesterdam 1990 Sociólogo Sua tese: A sociedade de corte Obras traduzidas no Brasil: Os alemães; Os estabelecidos e os outsiders; Mozart: sociologia de um gênio; Norbert Elias por ele mesmo; A peregrinação de Watteau à Ilha do Amor; O processo civilizador (2vols.); Sobre o tempo; A sociedade de corte; A solidão dos moribundos.

III. O PROCESSO CIVILIZADOR
l l l l

Obra: 1939 Reconhecimento: 1969 (republicação) “Descoberta” pelos franceses Principal temática da obra: O que é “natural? no comportamento humano?/O que é típico do homem civilizado ocidental? Problema: Como ocorreu a mudança que concebe a distinção entre incivilizado e civilizado?Em que ela se constituiu? Quais foram suas forças motivadoras?

l

Do alimento à alimentação Wanessa Asfora Aula 5

2

IV. ESTRUTURA DA OBRA V.1 cap. 1 – examinar significados e entendimentos do conceito de civilização na França e na Alemanha (CIVILISATION X KULTUR) V.1 cap. 2 – oferecer uma idéia mais clara de como o comportamento e a vida afetiva dos povos ocidentais muda lentamenteapós a Idade Média. Contém vários exemplos históricos (“formas históricas”) V.2 cap.3 – tornar mais acessíveis a compreensão de certos processos operantes há muito tempo na história da sociedade. Concentra-se na investigação do Estado absolutista e sua relação com as formas de civilidade. V2 conclusão – oferece um “Esboço de uma teoria da civilização”

l

l

l

l

V. FORMAS HISTÓRICASPor que olhar para elas? “[...] uma vez que todos os fenômenos históricos, tanto atitudes humanas como instituições sociais, realmente se ‘desenvolveram’ em alguma época, de que modo podem os sistemas de pensamento se revelar simples ou adequados para explicar esses fenômenos se, por uma espécie de abstração artificial, eles isolam os fenômenos de seu fluxo natural, histórico, privam-nos de seucaráter em movimento e processo, e tentam compreendê-los como se fossem formações estáticas, sem considerar como surgiram e como mudam? [...]. As pesquisas sociogenética e psicogenética propõem-se a revelar a ordem subjacente às mudanças históricas, sua mecânica, seus mecanismos concretos [...].” (prefácio, p. 16-17) VI. PONTO DE PARTIDA Século XVI (Renascimento) Obra de Erasmo de Rotterdam, Decivilitate morum puerilium (Da civilidade em meninos – 1530) Item 3, p. 68-69 Item 5, p. 72-73

l

l l l l

Do alimento à alimentação Wanessa Asfora Aula 5
l l l

3

Ponto de partida é, de certa forma, arbitrário. Erasmo tem precedentes: Idade Média Contradições: não conscientemente evolucionista (item 2, p. 75) mas vê um sentido na história. courtoisie – civilité (civilitas) -civilização

VII. COURTOISIE
l l

Padrão de “bom comportamento” na Idade Média COURToisie (CORTEsia) = conceito que diz respeito aos grupos aristocráticos que tem seu lugar na corte = lugar na sociedade Termos equivalentes na Itália, Inglaterra, Espanha, Alemanha Há especificidades, mas a tônica da obra está em buscar um “padrão”, uma uniformidade (ainda que às vezes, haja contradições) Qual éeste padrão? Qual seu caráter? É o que ele chama de “simplicidade” medieval: - oposições bipolares (nobre/camponês; fino/grosseiro; bom/mau) - menor contenção nas manifestações das emoções (mais diretas, mais violentas) - padrão/técnicas do comer correspondem a um padrão de relações (p.80-82)

l l

l

VIII. CIVILITÉ
l l l l l

Elemento novo, embora não sem lastros com a Idade...
tracking img