Conceito antropologico de cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2156 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS
CURSO: BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL
Autor(a): Autor(a):Antonia Francinelma Ribeiro da Silva, Carla Viviane Santos de Andrade, Diego s. Barbosa, Márcia Soares Lópes, Sineide conceição de Jesus. (a)













Trabalho de Antropologia
Conceito antropológico de cultura














Salvador
2011

UNIVERSIDADE SALVADOR –UNIFACS
CURSO: BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL
Autor(a):Antonia Francinelma Ribeiro da Silva, Carla Viviane Santos de Andrade, Diego s. Barbosa, Márcia Soares Lópes, Sineide conceição de Jesus. (a)








Trabalho de Antropologia
Conceito antropológico de cultura



Atividade apresentada como requisito parcial para aprovação na disciplina__Antropologia__________________ do Curso de Serviço Social da UNIFACS sob acompanhamento da Profª Karen Sasaki e do(a) tutor(a) Prof. _________________.












Salvador 2011

INTRODUÇÃO


Para a antropologia, cultura é uma característica da espécie humana. Faz parte da estrutura humana. “É a lente através da qual o homem vê o mundo”. É um “processo extra-somático que diferencia ohomem de todos os animais, e lhe dar um lugar privilegiado na vida terrestre”. É um” processo acumulativo, resultante de toda a experiência histórica das gerações anteriores”. A cultura determina todo comportamento humano e justifica suas realizações. É a ”estrutura de todo sistema de orientação que tem uma lógica própria”. Para a antropologia a cultura define a vida.
O antropólogoLevi-struss define cultura como um “sistema simbólico que é uma criação acumulativa da mente humana”.
O antropólogo John Locke (1633-1704) demonstrou que a mente humana não é mais que uma caixa vazia ao nascer. Dotada da capacidade ilimitada de obter conhecimento. Segundo John o homem é o resultado do meio cultural em que foi socializado. Ele é herdeiro de um longo processo acumulativo que refleteo conhecimento e a experiência adquirida pelas numerosas gerações que os antecederam.


Os antropólogos, Boas, Wessler, Kroeber demonstraram que as diferenças existentes entre os homens não podem ser explicadas em termos das limitações que lhe são impostas pelo seu aparato biológico ou pelo seu meio ambiente. Um menino e uma menina agem diferentes em decorrência de uma educaçãodiferenciada. E é comum existir uma grande diversidade cultural localizada em um mesmo tipo de ambiente físico. Exemplos: esquimós e lapões que apesar de viverem em ambientes físicos iguais tem culturas totalmente diferentes.
Kroeber mostrou que o homem criou seu próprio processo evolutivo, no decorrer da sua história sem se submeter a modificações radicais. Adaptando-se as mais diferentes condiçõesmesológicas, homem foi capaz de romper a barreira das diferenças ambientais e transformar toda terra em seu habitat.
Roque de Barros Laraia, no seu livro conceito antropológico de cultura, diz que ter um ”conceito exato para cultura significa a compreensão da própria natureza humana, tema perene de incansável reflexão.”
1º Entrevista:
Entrevistado:
Francisco Barreto, 60anos, auditor do tribunal de contas do estado da Bahia.
1-O que é cultura? Dê exemplos:
R- Cultura é a maneira de viver de um povo, seus valores, seus costumes, suas formas de expressão intelectual. Música, dança, literatura, história, comportamento.
2-qual a importância da cultura na vida em sociedade?
R-A cultura funciona como um traço de união entre os membros deuma coletividade. È uma forma de interação e de identificação de um povo.


3-O que diferencia uma cultura da outra?

R- Uma cultura se diferencia da outra pelo produto que produz (música, dança, e as demais expressões populares) baseado em seus valores e convicções.
2º Entrevista:

ENTREVISTA COM A Srª MARGARIDA DO CARMO, funcionária da empresa de higienização – MAP. Casada,...
tracking img