Cpc 01

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1354 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Justificativa

De acordo com Shmidlin (2005) a limpeza de pele ou higienização cutânea é o procedimento que deve ser aplicado antes de qualquer tratamento, o que o torna, portanto o procedimento facial mais realizado pelas esteticistas. A limpeza de pele tem como finalidade a remoção de comedões para impedir que os folículos pilossebáceos sofram infecção (PIMENTEL 2008, SPETHMANN 2004 apudARAUJO; DELGADO; MARÇAL, 2011). O procedimento deve ser repetido com frequência de no máximo uma vez por mês, a sua única desvantagem é a dor em pacientes sensíveis (ANTONIO, 2001).

Durante o procedimento o profissional fica exposto a uma variedade de microrganismos que podem ser causadores de doenças infecto contagiosas, devido à proximidade que a esteticista tem com o cliente (SHMIDLIN, 2005).Ainda de acordo com o autor durante a extração de uma pústula, com a pressão exercida pelos dedos o seu conteúdo pode atingir a face e olhos do profissional, tanto o profissional quanto o cliente podem ser atingidos por gotículas de saliva contaminadas com microrganismos, ao falar, tossir ou espirar.

Conhecer as boas práticas nos procedimentos estéticos evitando a contaminação é dever de todoprofissional, evitando riscos de contaminação a sua saúde e a de seus clientes, a biossegurança se introduz na estética de maneira bastante abrangente, pois regulamenta todas as ações dos profissionais da área da saúde. A biossegurança tem como objetivos: prevenir o aparecimento de doenças; programar, orientar e verificar a realização de imunizações para prevenção de doenças infecciosas;providenciar diagnósticos em caso de infecção ocupacional; avaliar a eficácia das medidas de proteção e prevenção (MELLO, 2011).

Durante o procedimento de limpeza de pele ou higienização cutânea profunda, as principais doenças infecciosas em que o profissional esteticista torna-se vulnerável são: o herpes simples, hepatite B, hepatite C, gripe, resfriado, tuberculose e AIDS. O profissional deve terconhecimento de que as permeabilidades da pele e das mucosas influenciam o contagio por microrganismos (SHMIDLIN, 2005). A vacina contra a hepatite B é a única especifica para prevenção de infecções causadas por patógenos provenientes do sangue ou de outros fluídos corpóreos, com 90% a 95% de eficácia (SILVA et al, 2009).

Dentre as medidas de prevenção destacam-se uso dos equipamentos de proteçãoindividual (EPIs), que tem a função de proteger os profissionais nas situações de riscos de exposição manipulação de produtos químicos e biológicos, bem como riscos de cortes com materiais perfuro cortantes. O uso adequado dos equipamentos de proteção individual diminui significativamente o risco de acidente ocupacional, a conscientização dos profissionais para utilização de técnicas assépticas e oestabelecimento de normas de conduta e procedimentos são necessárias para garantir ao profissional e ao paciente, na estética para o cliente, um tratamento sem risco de contaminação (Valle, 2008).

Os equipamentos de proteção individual que devem ser utilizados pelo profissional de estética durante o procedimento de higienização cutânea são: o gorro, avental, máscara, óculos de proteção e luvas(SHMIDLIN, 2005).
Além dos riscos biológicos outros fatores durante a higienização cutânea profunda devem ser observados: o calor emitido pelo aparelho de vapor com ou sem ozônio, estufas e autoclaves pode causar queimaduras por alta temperatura; o uso incorreto do aparelho de alta frequência causa choque elétrico e queimadura; as curetas, agulhas, pincéis e espátulas apresentam risco decontaminação por microrganismos patógenos (PINHEIRO, 2011).

Objetivos - Identificar os equipamentos de proteção individual (EPI’s) necessários para realização segura do procedimento de higienização cutânea profunda;
- Verificar quais são as principais doenças infecciosas que o profissional esteticista está exposto durante o procedimento de higienização cutânea profunda.

Método - A pesquisa foi...
tracking img