Coping religioso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 63 (15659 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Dedico este trabalho à Cláudia, minha esposa e companheira em todas as batalhas.
AGRADECIMENTOS




Agradeço primeiramente a Deus, que me concedeu o privilégio e condições de viver mais essa grandiosa experiência.
Aos meus filhos, Rebeca e Nathan, que por vezes tive que negar-lhes a atenção, mas que sempre foram meus grandes incentivadores.
Quero agradecer também, atodos os professores que contribuíram com meu aprendizado, repartindo um pouco do seu conhecimento teórico e prático.
À professora Lia Dauber, que prontamente aceitou a tarefa de me orientar neste trabalho.
Por fim, às minhas colegas de sala, pois ao longo de quatro anos construímos uma grande amizade.
A todos vocês, muito obrigado.“É um erro acreditar que a ciência consiste apenas em proposições definitivamente provadas, e é injusto exigir que assim seja. Tal exigência é feita somente por aqueles que anelam substituir seu catecismo religioso poroutro ainda que de caráter científico.”


Freud, Sigmund
Conferência de Introdução à Psicanálise III



RESUMO




A nossa percepção da forte influência da religião na vida do ser humano nos despertou o desejo de realizar uma pesquisa bibliográfica com a intenção de descobrir se a religião pode ser usada como “coping”em pró da saúde psicológica, pelo psicólogo clínico e hospitalar. Verificamos que a religiosidade aparentemente interfere no uso de tabaco, álcool e outras substâncias, contribuindo para uma melhor qualidade de vida. Concluímos, após pesquisa, o que suspeitávamos; a pessoa que exerce a sua religiosidade tem uma melhor qualidade de vida pois consegue lidar melhor com suas dificuldades, são maisotimistas quanto ao futuro e encontram forças psicológicas para enfrentar as adversidades da vida. O “coping” religioso apresenta-se então como uma ferramenta relevante a ser usada pelo psicólogo, com a finalidade de proporcionar alívio ao indivíduo em sofrimento.

Palavras-chave: “Coping”- Religião – Religiosidade.
ABSTRACT


Our perception of the strong influence of religion in the lives ofhuman beings has awakened a desire to perform a bibliography research with the intention of discovering whether religion con be used as a coping pro psychological health or used by clinical psychologist. We hawed found alcohol and other substances, contributing to a better quality. We have concluded, after research, what we suspected people who exercise their religiosity hawed better quality oflife because they con deal with their difficulties, they are more optimistic about the future and find psychological strength to face life’s adversities. Then, the religious coping presents itself as an important tool to the used by the psychologist, with the aim of providing relief to the individual who suffer.

Keywords: Coping – Religion - Religiosity







SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO 82 O HOMEM E A RELIGIOSIDADE 10
2.1 A Religiosidade Hoje 14
3 RELIGIOSIDADE E QUALIDADE DE VIDA 17
4 “COPING” RELIGIOSO 21
4.1 “Coping” Religioso e a Psicologia Hospitalar 23
4.2 “Coping” Religioso na Prática Clínica 26
5 MATERIAIS E MÉTODOS 28
5.1 Procedimentos e Instrumentos de Pesquisa 28
6 DISCUSSÃO 29
7 CONSIDERAçÕES FINAIS 32
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 34
APÊNDICE 38


1INTRODUÇÃO




Muito se tem ouvido falar de pessoas que por intermédio da religião têm mudado totalmente a sua maneira de viver. Em nossa formação teológica e pastoral, esse relato é algo corriqueiro e aparentemente as pessoas que procuram uma religião experimentam algum tipo de transformação em sua vida. Também percebemos que a maioria das pessoas que procura a religião após a vida...
tracking img