Controles patrimoniais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1562 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

No trabalho falaremos sobre os conceitos e a importância dos controles patrimoniais para a salvaguarda do patrimônio da empresa.
Iniciaremos os nossos estudos tratando do controle interno, que envolve desde o plano organizacional (administração) da empresa, até os controles de cunho contábil, este visa à fidedignidade dos registros contábeis, para que as informações sejam precisase auxiliem a empresa na sua tomada de decisão e na avaliação patrimonial.
Posteriormente falaremos sobre as conciliações bancárias, estas são de certa forma um procedimento de controle interno, as conciliações devem ocorrer diariamente, para que não ocorra erro nas informações e nos relatórios emitidos pelos sistemas (contábil, bancário e gerencial).
Essas técnicas contábeis visam à organizaçãoeconômica da empresa, prevenindo erros e procedimentos fraudulentos dentro desta empresa, protegendo seu ativo e o patrimônio com o objetivo de aumentar a eficiência das operações e das informações.
A seguir, abordaremos mais a fundo todos os tópicos, a fim de tornar a compreensão a cerca do tema mais clara, objetivando o aprendizado de todos os colegas.CONTROLES PATRIMONIAIS: CONTROLE INTERNO E CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

1. Controle Interno

Controle interno é o plano de organização e o conjunto coordenado dos métodos e medidas adotados peça empresa, para proteger o seu patrimônio, verificar a exatidão e veracidade dos dados contábeis, promover a eficiência e eficácia operacional. Portanto, controle interno representa umconjunto de procedimentos, métodos e rotinas, com o objetivo de proteger os ativos, produzir dados contábeis confiáveis e ajudar a administração na condução ordenada dos negócios da empresa.
Para o bom funcionamento de um sistema de controle interno se faz necessário que haja um bom conjunto de métodos e procedimentos, os quais serão adotados na proteção do patrimônio liquido e não nas operações dasempresas, prevenindo a ocorrência de fraudes e o controle correto dos registros contábeis das transações.
“Um sistema de contabilidade que não esteja apoiado em um controle interno eficiente, é, até certo ponto, inútil, uma vez que não é possível confiar nas informações contidas em seus relatórios.” (OLIVEIRA, Perez Jr e Silva, 2009, p. 73).

1.1. Grupos de controle interno

O controleinterno se decompõe em dois grupos de controle: os de natureza contábil e os de natureza administrativa, segundo as normas de auditoria.
• Controle Contábil: Compreendem o plano de organização e todos os métodos e procedimentos diretamente relacionados, principalmente com a salvaguarda do patrimônio e a fidedignidade dos registros contábeis. (ATTIE, Willian, 1992, p.201);
• Controles Administrativos:Compreendem o plano de organização e todos os métodos e procedimentos que dizem respeito, a eficiência operacional e à adesão a politica traçada pela administração. (ATTIE, Willian, 1992, p.201).

1.2. Objetivo

O controle interno tem como objetivo à salvaguarda dos interesses que se refere a proteção do patrimônio da empresa contra quaisquer perdas, a precisão e a confiabilidade dos informese relatórios contábeis, financeiros e operacionais; o estimulo à eficiência operacional, e a aderência as politicas existentes.
São exemplos de controle interno:
• Sistema de conferencia, aprovação e autorização;
• Designação de funções;
• Controles físicos sobre ativos;
• Auditoria interna

1.3. Auditoria Interna

A auditoria interna é técnica mais utilizada em empresas para se obter ocontrole interno do seu patrimônio, é uma técnica utilizada para examinar documentos, livros e registros, inspeções e obtenção de informações e confirmações, internas e externas relacionadas com o controle do patrimônio, objetivando mensurar a veracidade e exatidão dos registros e das demonstrações contábeis deles decorrentes.
A auditoria é uma técnica que a contabilidade dispõe para atingir...
tracking img