 Controlador Proporcional Integral e Derivativo.

Páginas: 6 (1470 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2014
 Controlador Proporcional Integral e Derivativo.






Relatório apresentado à Universidade Anhembi Morumbi no âmbito de Conversão de energia aplicada.






SÃO PAULO
2013









GUSTAVO MARTINS
BRUNO CORDEIRO












 Controlador Proporcional Integral e Derivativo.







Relatório apresentado à Universidade Anhembi Morumbi no âmbito deConversão de energia aplicada.

Prof. Carlos Tanaka.







Resumo

Com o crescimento da indústria de automação, e com as novas tecnologias emergentes, a competitividade do mercado traz a necessidade de novas soluções que facilitem rápida adaptação às novas demandas. Um controlador digital é uma ferramenta essencial em praticamente todas as plantas industriais, sendo implementado emdiferentes plataformas de hardware como microcontroladores e CLPs. Uma alternativa atraente para a implementação de contralores digitais.


































SUMARIO
1 INTRODUÇÃO 1
2 Objetivo Geral 2
3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 2
4 COMPARAÇÃO 4
5CONCLUSÕES 6
6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 7





1 INTRODUÇÃO

Na indústria moderna, aautomação dos processos fabris é fundamental para a
manutenção ou aumento da competitividade no mercado, seja este local, nacional ou mesmo mundial. O objetivo, em geral, de uma automação é fabricar o mesmo insumo com maior eficiência. O resultado é a diminuição do desperdício, do consumo de energia e, em alguns casos, do impacto ambiental. Automação objetivando a segurança dos colaboradores também écomum, resultando em diminuição de custos para a empresa tanto no tangível -- encargos trabalhistas -- quanto no intangível -- perda de mão-de-obra especializada em caso de acidente.
Diversas técnicas de controle podem ser empregadas num sistema, mas a mais
usada é a do controle proporcional, integral e derivativo (PID). Esta é uma técnica de
controle clássica que se aplica apenas a sistemascom uma entrada e uma saída (Single Input Single Output - SISO). Sua popularidade de deve ao fato de ser simples de ajustar e ter, no mercado, uma grande variedade de ferramentas que possibilitam sua implementação de maneira fácil e prática. Um exemplo é que todo Controlador Lógico Programável (CLP), por mais simples que seja, possui o algoritmo PID pronto para ser usado. Existe até aqueles quepossuem ferramentas de auto-ajuste do PID reduzindo ainda mais a necessidade de ter uma pessoa qualificada para ajustá-lo.
Este trabalho tem o objetivo de discutir e analisar a implementação do PID em um
CLP e aplicá-lo a uma situação hipotética que condiz com a realidade. Considerando que o CLP nada mais é do que um computador mais robusto, ele só trabalha com valores numéricos discretos. Poroutro lado a teoria do controle PID foi desenvolvida no domíniodos números reais, ou seja, no contínuo.


2 OBJETIVO GERAL

Entender fundamentação de ações de controle básicas,aplicações,comparação e implementações de controlador proporcional integral.

3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Controle proporcional:

Este método aplica uma ação corretiva proporcional ao valor do erro. Ou seja, quantomaior a diferença entre a variável de processo e o valor de referência maior será a ação corretiva.
Para um controle proporcional a saída é igual a:

Saída Proporcional = (100 / banda proporcional) * Erro

Para um controle proporcional a saída do módulo de controle é igual a:
Controle de módulo de saída= Saída Proporcional
A banda proporcional é um número que define a ação e a sensibilidade docontrole.
Quanto menor for a banda proporcional maior será a proporção da ação tomada. Um
valor negativo define uma ação reversa, ou seja, um aumento na variável de processo produz uma diminuição no sinal de saída e um valor positivo define uma ação direta. É expressa em percentual do range de controle da variável de processo.
Gráfico da variação da saída proporcional em função da
variação...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Proporcional integral derivativo
  • O controlador Proporcional-Integral (PI)
  • CONTROLE PROPORCIONAL INTEGRAL DERIVATIVO
  • Pid
  • Controle proporcional, integral e derivativo (PID)
  • Implementação de controle proporcional, integral e derivativo digital
  • Controlador proporcional
  • CONTROLADORES PROPORCIONAIS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!