Contos de fadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4352 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Um olhar interdisciplinar sobre o ensino da Língua Portuguesa

ALMEIDA[1], Adreele da Cruz
CHAVES, Juliana Garcia
SANTOS, BeatrizAlves dos
SILVA, Weslayne da
SCHIRMER, Débora.


Resumo
Este trabalho tem por objetivo, refletir sobre o estereótipo de que o ensino da língua materna apresenta uma grande complexidade gramatical, que impossibilita os alunos deestabelecer afinidade com os assuntos ensinados em sala de aula; assim, a partir de uma microaula ministrada em uma escola estadual da cidade de Tangará da Serra, no primeiro semestre de 2011, demonstramos aos alunos do Ensino Médio, noções sobre os processos de formação das palavras na Língua Portuguesa, e a importância do estudo da gramática para a contribuição da formação social do indivíduo.Para isso, baseamo-nos nas referências teóricas das aulas de morfologia, literatura e linguística.

Palavras - Chave: Linguagem; Gramática; Literatura; Linguística.

Introdução
O ensino da Língua Portuguesa, carrega há anos o estereótipo que é um idioma complicado, e às vezes por retratar muitos temas, se torna impossível de se aprender os assuntos nele presentes. Dessa maneiraprocurando, esclarecer sobre essa ideia errônea a respeito do português, procuraremos nos trabalhos realizados, por autores das áreas da literatura, linguística e morfologia, concretizar nossos apontamentos e afirmações, e assim demonstrar que, o que perpassa há anos, não passam de um mito criados por alguns e que foi perpetuado e generalizado.
No decorrer dos estudos realizados em sala deaula, percebemos que tal trabalho não poderia ser realizado, se não buscássemos na literatura e na linguística, as respectivas respostas para a explicação de tal questão, assim elucidamos que a literatura, vai além da arte de escrever obras literárias em versos ou prosas, essa disciplina nos fornece os devidos subsídios para compreender toda a complexidade, existente em nossa sociedade, assim incluitambém a presença dos diferentes mitos em nosso convívio. De acordo com Rosa Virgínia Silva (2001) a Linguística é a ciência da língua humana; mas como a autora afirma, ela não se limita ao estudo de uma língua específica, nem ao estudo de um conjunto de línguas, ela faz interface com outras ciências, como a biologia, a psicologia, a neurofisiologia e com a sociologia. John Lyons, (1987)complementa que a linguística estuda quais partes do cérebro estão associadas na produção e compreensão da língua, ou seja, ela estuda métodos de descrição de línguas e teorias, que buscam entender e explicar determinados fenômenos linguísticos.
Segundo Silva (2001), a linguística é considerada também, como uma ciência descritivo-explicativa, pois ela busca explicações para a capacidade que oindivíduo tem de falar ou sinalizar, e para a capacidade que eles possuem em compreender uma língua, e o conhecimento a respeitos dos gestos, dos sons, das palavras ou mesmo dos textos de sua língua. Portanto, como esclarece a autora, como qualquer outra ciência, a linguística não tem um caráter prescritivo ou normativo, ela não impõe regras, nem determina qual é a maneira correta de se dizer umacoisa, o seu objetivo não é proteger as línguas de mudanças, ou mesmo de influências de outras línguas, mas sim, descrever como a língua se apresenta sem nenhum juízo de valor.
Existem muitos outros fatores da linguística que auxiliaria os alunos do ensino básico e que poderíamos comentar nesse trabalho, mas o que pretendemos focalizar por agora é essa ligação entre a Linguística e a...
tracking img