Contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3394 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL
CAMPUS - IV
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

JOSÉ FLÁVIO JATOBÁ DA SILVA
CARLOS ROBERTO DA SILVA

CONTABILIDADE AVANÇADA

São Miguel dos Campos – AL
2010
JOSÉ FLÁVIO JATOBÁ DA SILVA
CARLOS ROBERTO DA SILVA

CONTABILIDADE AVANÇADA

Trabalho apresentado como Requisito Parcialà disciplina de Analise de Demonstração – II para Obtenção de nota avaliativa, ministrada pelo Docente Especialista Fabio Gaia.

São Miguel dos Campos – AL
2010

INTRODUÇÃO

Este trabalho foi desenvolvido para a avaliação da disciplina de ética abordado os assuntos de contextualização histórica da ética, ética profissional e ética ambiental. Nele está relacionado conteúdo dosurgimento e código de ética.
Procura construir e descrever as principais características e suas normas, na parte ambiental de como é importante este ramo, uma vez que os problemas estão presentes no dia a dia. Do ponto de vista profissional de como está relacionado a honestidade no trabalho. E por fim tentar entender de como criar a necessidade de uma mentalidade ética e de uma educação de boaconduta em qualquer ambiente.

CONTEXTUALIZAÇÃO DA ÉTICA

Tradicionalmente é entendida como um estudo ou uma reflexão sobre os costumes ou sobre as ações humanas. Pode ser entendida também como a própria realização de um tipo de comportamento. O estudo da Ética é dividido em dois campos:

- Problemas gerais e fundamentais, como liberdade, consciência, bem, valor, lei, outros.- Problemas específicos ou concretos, como ética profissional, ética na política, ética sexual, ética matrimonial, bioética, etc.
No centro da ética aparece o dever, ou obrigação moral, conduta correta. O estudo da ética se defronta com problemas de variação de costumes. O que é moral na Etiópia não é moral no Brasil, por exemplo, a bigamia: Para os mulçumanos é honroso ter mais de umaesposa. Já os países católicos pregam a monogamia – casamento único. Historicamente, a idéia de Ética surgiu na antiga Grécia, por volta de 500 a 300 a.C, através das observações de Sócrates e seus Discípulos. Sócrates refletiu sobre a natureza do bem moral, na busca de um princípio absoluto de conduta. Duas formulações mais conhecidas:

Platão, discípulo de Sócrates, colocava a busca dafelicidade (Sumo BEM) como o centro das preocupações éticas.

O Homem só encontra a felicidade na prática das virtudes.
O ideal buscado pelo homem virtuoso é a imitação de Deus: aderir ao divino.
Virtudes:

Justiça
ordena e harmoniza

Prudência ou sabedoria
põe ordem em nossos pensamentos
Fortaleza ou valor
faz com que oprazer se subordine ao dever
Temperança
serenidade, autodomínio

Aristóteles, Discípulo de Platão, Estudou as virtudes e os vícios, concluindo que existem vários bens em concreto para o homem. O homem, como um ser complexo, precisa de vários bens, tais como: Amizade, saúde, e até riqueza.

O homem tem seu ser no VIVER, no SENTIR e na RAZÃO.
Ele não podeapenas viver, mas viver racionalmente, com a razão.
O maior bem? A vida virtuosa.
A maior virtude: a inteligência.
A ética grega fundou-se na busca da felicidade.
Para Aristóteles, o fim do homem é a felicidade, a que é necessária à virtude, e a esta é necessária a razão.
A característica fundamental da moral aristotélica é, portanto, o racionalismo, vistoser a virtude ação consciente segundo a razão.
Se a virtude é uma atividade segundo a razão, mais precisamente é ela um hábito, um costume moral, adquire-se mediante a ação, a prática, o exercício e, uma vez adquirida, estabiliza-se, mecaniza-se; torna-se quase uma segunda natureza e, logo, torna-se de fácil execução - como o vício.

É T I C A N A I D A D E M É D I A...
tracking img