Contabilidade e o terceiro setor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 84 (20821 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MÓDULO  I
CONTABILIDADE TERCEIRO SETOR
ROTEIRO
1. ESCRITURAÇÃO E DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
    1.1. Elenco de contas
    1.2. Código Título da Conta
2. FUNÇÃO DAS CONTAS
 
1. ESCRITURAÇÃO E DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
 
Os procedimentos de escrituração das transações praticadas pelas Entidades de Interesse Social no Brasil, em alguns aspectos,diferem dos utilizados para as demais entidades jurídicas, conforme disciplinado pelas Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC T 10.4 – Fundações e NBC T 10.19 – Entidades sem finalidades de lucros), elaboradas pelo Conselho Federal de Contabilidade.
As citadas NBCs reconhecem que essas entidades são diferentes das demais e recomendam a adoção de terminologias específicas para as contas de Lucros,Capital e para a denominação da Demonstração do Resultado, com a finalidade de adequação dessas terminologias ao contexto das referidas entidades.
Em sintonia com o conteúdo das citadas NBCs 10.4 e 10.19, este capítulo apresenta um elenco de contas que foi baseado em plano de contas utilizado por algumas Entidades de Interesse Social no Brasil, e poderia ser observado pelas entidades, no quecouber, com a finalidade de orientação e, jamais, de padronização.
 
1.1. Elenco de contas
 
O elenco de contas representa a espinha dorsal da estrutura contábil de qualquer entidade jurídica, seja de finalidade lucrativa ou social. É na definição do elenco de contas que se inicia a estruturação da contabilidade.
A sugestão a seguir contempla as contas que registram as transações básicas deEntidades de Interesse Social, focando algumas das peculiaridades dessas entidades, especialmente em relação ao patrimônio social e à segregação de transações próprias das de terceiros.
 
1.2. Código Título da Conta
 
1. Ativo
1.1 Circulante
1.1.1 Disponibilidades
1.1.1.01 Caixa
1.1.1.02 Bancos Conta Movimento – Recursos Livres
1.1.1.03 Bancos Conta Movimento – Recursos de Terceiros
1.1.1.04Bancos Conta Movimento – Recursos com Restrições
1.1.1.05 Aplicações Financeiras de Liquidez Imediata – Recursos Livres
1.1.1.06 Aplicações Financeiras de Liquidez Imediata –Recursos de Terceiros
1.1.1.07 Aplicações Financeiras de Liquidez Imediata – Recursos com Restrições
1.1.2 Créditos a Receber
1.1.2.01 Aplicações Financeiras a Prazo
1.1.2.02 Cheques a Depositar
1.1.2.03 Mensalidades aReceber
1.1.2.04 Atendimento a Receber
1.1.2.05 (-) Provisão para Devedores Duvidosos
1.1.2.06 (-) Títulos Descontados
1.1.2.07 Adiantamentos a Empregados
1.1.2.08 Adiantamento a Fornecedores
1.1.2.09 Desembolsos para Ressarcimento Futuro
1.1.2.10 Valores Pendentes de Prestação de Contas
1.1.2.11 Créditos Tributários a serem Compensados ou Ressarcidos
1.1.2.12 Antecipação de Recursos emProjetos e Parcerias
1.1.2.13 Despesas Antecipadas
1.1.2.14 Outros Valores a Receber
1.1.2.20 Gratuidade a confirmar – Renúncia de Receita
1.2 Realizável a longo prazo
1.2.1 Créditos
1.2.1.01 Título de capitalização
1.3 Permanente
1.3.1 Investimentos
1.3.1.01 Bens de renda
1.3.1.02 Participações societárias
1.3.2 Imobilizado
CFC/FBC/Profis
1.3.2.01 Imóveis de uso
1.3.2.02 Utensílios1.3.2.03 Instalações
1.3.2.04 Mobiliários
1.3.3 (-)Depreciação Acumulada
1.3.3.01 Imóveis
1.3.3.02 Utensílios
1.3.3.03 Instalações
1.3.3.04 Mobiliário
1.3.4 Diferido
1.3.5 (-)Amortização Acumulada
2. Passivo + Patrimônio Social
2.1 Circulante
2.1.1 Obrigações com Instituições de Crédito
2.1.1.01 Empréstimos para Financiamento de Capital Circulante
2.1.1.02 Parcela de Empréstimostransferida do Longo Prazo
2.1.1.03 Créditos Rotativos
2.1.1.04 Outras Operações de Crédito
2.1.1.05 Parcela de Outras Operações de Crédito transferidas do Longo Prazo
2.1.2 Vinculado ao fornecimento de Material e Serviços
2.1.2.01 Fornecedores
2.1.3 Vinculado a Consignações
2.1.3.01 Previdência Social
2.1.3.02 Imposto de Renda na Fonte
2.1.3.03 Sindical
2.1.3.04 Pensão Alimentícia
2.1.3.05...
tracking img