Contabilidade no terceiro setor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2707 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
O crescimento das instituições do terceiro setor, com atividades que busca desenvolver o aprimoramento social nas comunidades, carece cada vez mais de instrumentos que as tornem uma atividade confiável diante a sociedade e o governo, e a Contabilidade como ciência social que é, possui esse instrumento, isto é, fornecer transparência as instituições do terceiro setor, eatravés dessa credibilidade, essas organizações poderão conseguir mais investidores para realizar a consecução de seus resultados.
Com relação à transparência exigida atualmente, percebe-se a necessidade de evolução da Contabilidade, uma vez que, as instituições sem fins lucrativos, em nosso país, elaboram suas demonstrações contábeis com base em modelos desenvolvidos para atender àsnecessidades de usuários ligados a instituições com fins lucrativos.
Esse trabalho de forma alguma pretende passar a idéia de dar aos leitores todas as informações e respostas desejadas sobre o assunto abordado. Espera-se que seja entendido como um ponto de partida para aqueles que desejarem aprofundar seus conhecimentos sobre o tema em questão.
Portanto, este tema tem a intenção deapresentar a contabilidade aplicada nas organizações do terceiro setor e traçar um paralelo com as utilizadas por organizações semelhantes. A pesquisa bibliográfica tem a intenção de estimular a construção de novos textos sobre o assunto, na expectativa também de provocar novas reflexões.
2. SURGIMENTO DAS ORGANIZAÇÕES DO TERCEIRO SETOR
2.1 Apresentações de cada Setor
O Governo ouprimeiro setor– distingue-se, sobretudo, pelo fato de legitimar e organizar suas ações por meio de poderes coercitivos. Tem sua atuação limitada e regulada por um arcabouço legal, fato esse que torna sua atuação previsível a todos os atores da sociedade.
Mercado ou segundo setor– a demanda e os mecanismos de preços baseiam a atividade de troca de bens e serviços, cujo objetivo principal é aobtenção de lucro. Comparativamente ao Governo, o mercado atua sob o princípio da não coerção legal, ou seja, os clientes têm liberdade para escolher o que e onde comprar.
Terceiro Setor– nesse segmento da sociedade, as atividades não têm característica coercitiva ou lucrativa, objetivando o atendimento de necessidades coletivas ou públicas.

2.2 Definindo a origem do Terceiro Setor
Otermo Terceiro Setor é recente tanto no Brasil como no resto do mundo. Começou a ser utilizado na década de 1970 pelos pesquisadores americanos, e identifica as atividades de tais organizações que não estão inseridas nem no primeiro e nem no segundo setor .
Generalizando, o terceiro setor é o espaço ocupado especialmente pelo conjunto de entidades privadas que realizam atividadescomplementares às públicas, com a intenção de amenizar os problemas sociais e com o bem comum.
O terceiro setor surgiu da incapacidade do Estado de cumprir com suas obrigações constitucionais: "São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados.

3. CONTRIBUIÇÃO DACONTABILIDADE NO PROCESSO DE TRANSPARÊNCIA PARA TERCEIRO SETOR

3.1 As dificuldades enfrentadas pelo Terceiro Setor
Um dos grandes problemas encontrados pelas instituições sem fim lucrativo, na busca de recursos necessários para seu funcionamento, é a falta de confiabilidade por parte da grande maioria da sociedade, devido ao envolvimento de algumas dessas instituições em escândalosfraudulentos.
No Brasil existe a multiplicação de organizações do terceiro setor . Algumas apresentam objetivos duvidosos ao praticarem abusos e fraudes, e esta se torna o grande dificultado no processo de arrecadação de recursos. As entidades sem fins lucrativos têm sido submetidas a sérias (graves) contestações sobre seus resultados, não somente pelo número recente de escândalos, mas também pelo...
tracking img