Consumo alimentar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2189 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução


Os hábitos alimentares das gestantes refletem seu estado nutricional, que irá interferir no desenvolvimento do feto.
O estado nutricional é determinado, principalmente, pela ingestão de nutrientes, seja em termos de micro ou macronutrientes; portanto, um inadequado aporte energético da gestante pode levar a uma competição entre mãe e o feto, limitando a disponibilidade dosnutrientes necessários ao adequado crescimento fetal (1).
Gestantes com alterações nutricionais podem apresentar, com maior freqüência, infecções, parasitoses, hemopatias (anemias), síndromes hipertensivas, insuficiência placentária, obesidade; maiores chances de hemorragia durante o parto e infecção puerperal; assim como podem dar a luz a recém-nascidos prematuros, com crescimentointra-uterino restrito (CIUR), os quais apresentam maiores possibilidades de apresentarem infecções neonatais, afecções respiratórias e aumentar a estatística de mortes perinatais (2). Por tais motivos, faz-se necessária uma adequação na alimentação da gestante, visto que seu estado nutricional pode afetar o resultado da gravidez. Para tanto, é de suma importância a avaliação dietética da gestante através deinquéritos alimentares, pois pode-se detectar problemas nutricionais específicos já existentes, e que podem ser prejudiciais no decorrer da gestação (3).
Conhecer exatamente a ingestão alimentar de grupos ou mesmo de indivíduos é sempre uma tarefa complexa pelas práticas alimentares estarem mergulhadas nas dimensões simbólicas da vida social, envolvida nos mais diversos significados, desde oâmbito cultural até as experiências pessoais, conferindo a elas menos objetividade do que se espera ao abordá-las por meio de métodos de investigação sobre o consumo alimentar (4).
Dentre os vários métodos de inquéritos alimentares disponíveis, cabe ao pesquisador, selecionar o que mais se enquadra em seus objetivos. Na revisão de Bertin et al (4) o método mais utilizado foi o recordatório de24hs, que associado com questionário de freqüência alimentar é mais fidedigno em relação ao consumo alimentar das gestantes.
No Brasil, a assistência pré-natal inclui o acompanhamento e monitoramento do ganho de peso gestacional e prevê orientações nutricionais voltadas ás mulheres no período que vai da gravidez a amamentação (5).
A assistência pré-natal tem sido descrita como o principal meiode obtenção de informações pelas adolescentes grávidas a respeito de hábitos de vida mais saudáveis. Assim, se durante a assistência pré-natal for disponibilizado mais informações sobre alimentação saudável, estas gestantes poderão adquirir uma dieta mais equilibrada, diminuindo as chances de resultados negativos ao recém-nato (6).
A falta de conhecimentos sobre alimentação saudável pelasgrávidas reflete-se nas suas escolhas alimentares, que são influenciadas por fatores como o apetite aumentado, o ”desejo”, o paladar acentuado, a convivência e a disponibilidade do alimento e as influencias culturais e familiares (7).
Os distúrbios nutricionais identificados como expressivos na adolescência e na gestação referem-se, sobretudo ao consumo de energia, proteína, ferro, folato, cálcio evitamina A. A assistência a gestante constitui-se numa excelente oportunidade para a saúde em geral e dietética em particular (8).
Segundo a OMS (World Health Organization), a prevalência de anemia ferropriva em gestantes de países desenvolvidos e em desenvolvimento é de 22,7% e 52,0%%. Essa elevada taxa de anemia na gestação pode estar relacionada a uma dieta insuficiente de ferro, associada aoaumento da demanda do mineral típico desse período (9).
Evidências epidemiológicas, clínicas e teratológicas tem demonstrado que o folato está envolvido na prevenção e patogênese dos defeitos do tubo neural (DTN). Sabe-se que as gestantes são propensas a desenvolveram deficiência de folato provavelmente devido ao aumento da demanda desse nutriente para o crescimento fetal e dos tecidos...
tracking img