Consenso de washington e argentina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (900 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O texto que tratarei neste artigo é “Estratégias de desenvolvimento para o novo século” de Dani Rodrik. Nele, o autor aborda a ideia de desenvolvimento para o século XXI fundamentada em uma economiamista, onde o Estado e mercado devem combinar-se, mas de maneira que cada Estado conceba as suas próprias formas de economia mista. Rodrik defende, ainda, que para o desenvolvimento ser bem-sucedido énecessário que os mercados sejam atrelados a sólidas instituições públicas, que variam de acordo com as necessidades locais. Para o autor, são cinco as funções que essas instituições devem atender:proteção ao direito de propriedade, a regulamentação do mercado, a estabilização macroeconômica, a previdência social e a administração de conflito. Conforme o autor diz “o desenvolvimento econômicoderiva de uma estratégia criada em casa, não do mercado mundial [...]. Devem ter mais confiança em si e na construção de instituições internas, e menos na economia global e nas cópias azuis que delaprovêm” (p. 75). Dessa maneira, não podemos afirmar que um modelo aplicado em determinada nação seja melhor que o outro, mas sim que, em cada momento da história e a cada realidade local, o modelo decada país foi bem ou mal sucedido.

Para que houvesse esse aprendizado no século XXI, foi necessária uma grande insatisfação com o modelo criado no século XX, que foi denominado Consenso deWashington. Seu conteúdo previa um conjunto de medidas a serem adotadas pelos países em desenvolvimento, em especial os da América Latina (mas que foi adotado também por outros países) onde a prioridadeera enxugar o Estado. Segundo Williamson, “Minha versão do Consenso de Washington de fato focou principalmente em políticas que reduziam o papel dos governos, como privatização, liberalização docomércio e das finanças e dos fluxos de investimento estrangeiro direto” (Williamson, 2000, p. 255)

Dentro desse contexto, podemos analisar a crise econômica argentina de 2001. Podemos afirmar que...
tracking img