Conflitos urbanos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1627 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
OS CONFLITOS URBANOS: UMA VISÃO SOBRE A CIDADE DE BELO HORIZONTE E A MOBILIDADE URBANA

Fábio Augusto Rodrigues e Silva

INTRODUÇÃO

De acordo com dados das Organizações das Nações Unidas (ONU), em 2008, grande parte da população mundial habitará regiões consideradas urbanas. Esse crescimento populacional urbano expressivo, ainda é pequeno em relação ao que deve acontecer nos próximos anos.Espera-se que em pouco mais de quarenta anos a população urbana seja duplicada, sendo que a maior parte deste crescimento se dará em países em desenvolvimento e nos países mais pobres da Ásia e da África (MARTINE, 2007)

Essa transição urbana tem acontecido em magnitude e velocidade muito maiores do que registrados em épocas anteriores, sendo que essa movimentação e acomodação maciça de pessoaspermitem apresentação de problemas como à concentração do desemprego e do subemprego, o crescimento das favelas, o aumento da violência e da criminalidade, à degradação ambiental, ao aumento da miséria urbana (MARTINE, 2007).

Em Belo Horizonte e sua região metropolitana, a exemplo de outras grandes metrópoles do mundo (SACARINGELLA,2001) um dos graves problemas está relacionado à questão damobilidade urbana (SOUZA e BRITO, 2008 e MATOS et al, 2003).

Para entender esse problema, apresento algumas definições:

A mobilidade é interpretada como a capacidade dos indivíduos se moverem de um lugar para outro e depende da performance do sistema de transporte, da hora do dia e da direção na qual o indivíduo pretende viajar, bem como de suas características individuais, tais como renda,propriedade de veículo, recursos que se pode gastar na viagem, sexo, idade, etc. (SOARES, 2004)

Já a mobilidade urbana é entendida como:
“um atributo das cidades e se refere à facilidade de deslocamentos de pessoas e bens no espaço urbano. Tais deslocamentos são feitos através de veículos, vias e toda a infra-estrutura (vias, calçadas, etc.) que possibilitam esse ir e vir cotidiano.(...) É o resultado da interação entre os deslocamentos de pessoas e bens com a cidade. (...)” (Anteprojeto de lei da política nacional de mobilidade urbana, Ministério das Cidades, 2. ed, 2005).

Para estudar esses conceitos de mobilidade e de mobilidade urbana, e por conseqüência os problemas de transporte, trânsito e circulação, convidamos as/aos leitores para realizar uma reflexão sobre essasquestões com o foco de uma vertente de estudos preocupados com o planejamento e a gestão dos espaços urbanos que se dedica aos conflitos urbanos.



OS CONFLITOS URBANOS: UM ESPAÇO PARA PESQUISA E ESTUDOS

Segundo Vainer (2007), os conflitos urbanos podem ser entendidos por duas concepções ou visões oposta. Em uma visão mais consensual o conflito urbano é pensando como a manifestação de umadisfunção social, algo pouco desejável em um sistema social organizado e harmônico. Nesta concepção, os conflitos podem ser interdições ao crescimento e desenvolvimento das sociedades, revelando uma cidade, estado ou país sem coesão social, um impedimento a competitividade exigida em tempos de economia globalizada e, portanto devem ser rapidamente resolvidos e negociados (ACSELRAD e BEZERRA,2007).

Fazendo uma análise dessa concepção de conflito nas cidades, Vainer (2003 e 2007) relaciona esta à chamada utopia[1] da cidade-empresa-mercadoria-negócio. Nesta cidade existe uma busca incessante pelos negócios o que leva a uma competição com outras cidades imbuídas no mesmo objetivo. A cidade-empresa é pensada e conduzida como uma empresa não havendo espaço para a democracia e, portanto semlugar para a discussão ou divergências. O conflito impede que a cidade se una para a competição, o consenso deve prevalecer pelo bem comum dos citadinos. Outra implicação da ideia da cidade-empresa é que a sua direção deve ser realizada por quem entende de negócios. Os empresários serão responsáveis pela condução da cidade e pela resolução de seus problemas.

Outra visão, identificada como...
tracking img