Conflitos armados no mundo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2362 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONFLITOS ARMADOS NO MUNDO
Os conflitos armados sempre existiram na história da humanidade: nos primórdios, entre tribos; com o passar do tempo, entre Estados, porém há também enfrentamentos bélicos entre grupos rivais no interior de um país, ou seja, guerra civil.
Nem sempre é possível fazer uma classificação clara dos conflitos armados. Muitas vezes, uma guerra tem características múltiplas:pode envolver grupos étnicos diferentes (de um ou mais países), dois ou mais Estados beligerantes ou forças de ocupação estrangeira e grupos guerrilheiros, que, por sua vez, podem usar métodos terroristas.
Logo que terminou a Guerra Fria houve um aumento dos conflitos armados: em 1990 ocorreram 56 guerras. De lá para cá houve uma redução, entretanto, em 2007, ainda havia 34 guerras emandamento, a maioria ocorrendo em países pobres da Ásia e da África.
O terrorismo tem gerado grande preocupação em governos e cidadãos de diversos países, principalmente nos desenvolvidos que sofreram com ataques, sobretudo após 11 de setembro de 2001. Mas o que significa terrorismo? Por que dois ou mais setores da população de um mesmo país entram em guerra?
TERRORISMO E GUERRILHA
De acordo com odicionário de política, terrorismo é a “prática política de quem recorre sistematicamente à violência contra pessoas ou as coisas provocando terror”. Quando uma organização qualquer faz algum atentado terrorista, seja instalando uma bomba em algum local ou utilizando um homem-bomba num ataque suicida, está querendo intimidar, disseminar o medo em uma comunidade ou país pra atingir algum fim, que podeser uma difusão de uma ideologia, a autonomia político-territorial, autoafirmação étnica ou religiosa etc.
É importante também fazer uma distinção entre guerrilha e terrorismo, embora muitas vezes um grupo guerrilheiro possa lançar mão de táticas terroristas. A guerrilha se caracteriza por ser um conflito que opõe formações irregulares de combatentes e forças armadas regulares de um Estado. Étípica de países onde há profundas injustiças políticas e sociais e, portanto, parte da população está disposta a lutar por mudanças ou apoiar o grupo que se propuser a isso. Segundo o dicionário de política: “A destruição das instituições existentes e a emancipação social e política das populações são, de fato, os objetivos precípuos dos grupos que recorrem a este tipo de luta armada”. Em geral, osgrupos guerrilheiros atacam alvos militares e pontos estratégicos do Estado contra o qual lutam. Preocupam-se em fazer o mínimo de vítimas civis e em conquistar a simpatia e o apoio da população para a sua causa. Já os terroristas procuram fazer o máximo de vítimas civis, com o intuito de causar pânico, e não se interessam em dialogar com a população nem obter seu apoio.
Há vários exemploshistóricos de grupos de guerrilheiros em diversos países, especialmente na América Latina, África e Ásia, continentes marcados pela pobreza e injustiça social.
Na América Latina, o grupo guerrilheiro mais representativo ainda em atuação são as Forças revolucionárias da Colômbia (FARC), que lutam contra o Estado colombiano pelo controle de parte do seu território. Fundada em 1964 por Manuel Marulanda, noinicio era uma guerrilha rural de inspiração revolucionária (tinha ligações com o Partido Comunista da Colômbia) que lutava contra as injustiças sociais. Entretanto, as Farc se tornaram um grupo terrorista por causa dos seus métodos violentos, que incluem seqüestros de civis, além do envolvimento com o narcotráfico, hoje sua principal fonte de renda. Por isso, não tem mais o apoio da população. Apartir de 2002 o governo colombiano passou a combatê-las mais intensamente com recursos e armas fornecidos pelos Estados Unidos por meio de um acordo batizado como Plano Colômbia.
Na África, em diversos países, houve grupos guerrilheiros que lutaram contra o colonialismo, como o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) e a União para a Independência Total de Angola (Unita) que...
tracking img