Conceito de infancia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (254 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CONCEITO DE INFÂNCIA

Na idade média e o século XX a definição da criança se modificou no decorrer do tempo de acordo com os parâmetrosideológicos. A criança era vista como um pequeno adulto sem características que a diferenciasse, e desconsiderada como alguém merecedor de cuidados especiais sendosomente percebidas devido ao seu tamanho reduzido.
A criança se relacionava muito mais com a comunidade do que com os próprios pais. A aprendizagem e asocialização não eram realizadas pela família e pela escola, mais por toda a comunidade.
A partir do século XVII estendeu-se até o século XVIII predominoua noção de uma inocência infantil que precisa ser preservada e a educação tornou-se uma preocupação constante das família, dos homens da lei e dos educadores.No entanto cabe ressaltar que esse sentimento moderno em relação a infância estava começando.
Já no século XIX e mesmo no século XX observamos umapreocupação mais ampla e sistemática com o estudo da criança e necessidade de uma educação mais formal.
O mundo é como uma criança brincando eternamenteconstruindo e desconstruindo. Ser criança está além do mal é tornar-se livre, criança é pura espontaneidade, necessidade, liberdade, não tem malicia, é inocente, suavida consiste em brincar. Criança não guarda mágoa, seres que não conhecem o tempo, vivem o dia-a-dia, são seres verdadeiros.
Criança é superação dos valoresmorais e a criação de novos valores, é pura imaginação.
Criança brincando cria e recria novas realidades, só as crianças podem criar novos valores.
tracking img