Compras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 76 (18899 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 2
Será refeita, com base nas modifcações e na versão final do trabalho 2
2. COMBUSTÍVEIS 4
2.1. Fontes de Energia 4
2.1.1. Biomassa 4
2.1.2. Energia Eólica 8
2.1.3. Energia Solar 10
2.1.4. Energia Hidráulica 11
2.1.5. Energia Elétrica 13
2.2. Diesel 14
2.2.1. Definição 14
2.2.2. História do Diesel e Situação Mundial 152.2.3. Mercado de Diesel no Brasil 21
2.2.4. Formação de Preço do Óleo Diesel no Brasil 25
2.2.5. Órgãos Financiadores 26
2.2.5.a. A Política do Governo Lula 27
2.2.6. Petrobrás 31
2.2.6.a. O Papel da Petrobrás Perante o Programa do Biodiesel 32
3. FONTES DE MATÉRIA PRIMA 34
3.1. Definição do Biodiesel 34
3.2. Processo de Transesterificação 35
3.3. Matérias Primaspara o Biodiesel 36
3.3.1. Soja 38
3.3.2. Dendê 39
3.3.3. Girassol 41
3.3.4. Mamona 42
3.3.5. Babaçu 43
3.3.6. Pinhão Manso 45
4. BIODIESEL NO BRASIL 47
4.1. Programa Brasileiro de Produção de Biodiesel 47
4.2. Situação atual e Desenvolvimento do Biodiesel 50
4.3. Análise de Custos de Produção X Viabilidade 51
4.5. Outras Variáveis Econômicas 53
4.6.Fortalecimento dos Investimentos em Agronegócios 54
4.7. Brasil: Vocação Agrária como Líder em Biocombustíveis. 54
4.8. Políticas Mundiais com Relação ao Biodiesel 55
4.9. O Biodiesel na Pauta de Exportações 57
4.10. Geração de Emprego de Renda 58
4.11. Melhorias Ambientais 60
4.12. Créditos de Carbono 61
4.13. Ganhos Estratégicos 63
4.14. Financiamentos Para Pesquisas eProdução na Área 64
CONCLUSÃO 66
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS – completar... 67

1. INTRODUÇÃO

Será refeita, com base nas modifcações e na versão final do trabalho

Em 1859 foi descoberto petróleo na Pensilvânia tendo sido utilizado principalmente na produção de querosene para iluminação. Em 1895, Rudolf Diesel iniciou as pesquisas para a utilização de subprodutos do petróleo comocombustível para a sua nova invenção – motor com ignição por compressão. Porém, durante a Exposição Mundial de Paris, em 1900, utilizou óleo de amendoim para demonstração de seu novo motor.

Entre 1911 e 1912, Rudof Diesel fez a seguinte afirmação:

“O motor diesel pode ser movimentado com óleos vegetais e ajudará consideravelmente o desenvolvimento da agricultura dos países que vierema utilizá-los... O uso de óleos vegetais como combustível pode parecer insignificante hoje em dia. Mas com o tempo irão se tornar importante quanto o petróleo e o carvão são atualmente” (PORTAL DO BIODIESEL, 2007).

No entanto, o desenvolvimento da tecnologia para obtenção de derivados do petróleo (gasolina, diesel, etc...) fez com que os preços dos combustíveis fósseis ficassem muito maisem relação aos óleos vegetais. Por isso, as industrias automotivas focaram no desenvolvimento de tecnologia para a utilização desses combustíveis.

Com o primeiro choque do petróleo, em 1973, marcou-se o fim da era do combustível abundante e barato. Os embargos impostos pelos árabes aos Estados Unidos e as reduções da produção e da exposição elevaram o preço do barril de petróleo de US$3,00 para US$ 12,00, entre outubro de 1973 e dezembro de 1974. Com isso, os países exportadores definiram uma nova era para o resto do mundo: A do petróleo caro e escasso.

A partir daí, novas alternativas de combustíveis foram testados em todo o mundo. No Brasil, já havia estudos para a utilização de álcool hidratado como combustível alternativo e álcool anidro (sem água) em misturas com agasolina, e, em 1975, foi criado o PROÁLCOOL, com o objetivo de estimular a produção de álcool (etanol – álcool da cana-de-açúcar), visando o atendimento das necessidades do mercado interno e externo e da política de combustíveis automotivos.

Outro fator que incentiva a procura por novos combustíveis a poluição dos centros urbanos gerada principalmente pela queima de petróleo e seus...
tracking img