Complexo de histocompatibilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1119 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Este trabalho abordará os seguintes assuntos: Principal Complexo de Histocompatibilidade com suas classificações e Hipersensibilidades com seus tipos.

O Complexo de Histocompatibilidade é a região de genes altamente polimórficos, cujos produtos são expressos na superfície de várias células. Esses genes se distinguem em duas classes principais: MHCI e MHCII. E ahipersensibilidade se refere a uma alteração exagerada no organismo em uma resposta do sistema imune. Dividem-se em: tipo I, II, III e IV.

1.0 Principal Complexo de Histocompatibilidade (CPH)

1.1 Definição

É o conjunto de genes mais polimórficos já conhecidos, codificando proteínas expressas nas superfícies de vários tipos celulares, é também conhecido como sistema HLA (antígenos leucocitárioshumanos). Distinguem-se duas classes:


MHC classe I

1- Produção de proteínas citosólicas: podem ser produtos de vírus, ou micro-organismos intracelulares que invadem a célula.

2- Degradação proteolítica: ocorre no protoplasma (complexo enzimático),ubiquitinação( ligação de ubiquitinas a proteína para guiá-la ao protoplasma.

3- Transporte para o Retículo Endoplasmático: No REsão sintetizadas as MHC I portanto os peptídeos (Ag) devem ir ao encontro deles.

4- Associação do MHC ao Ag

5- Expressão: o complexo peptídeo-MHC classe I são revestidos por vesícula exocítica no complexo de Golgi e são transportados à superfície da célula.

MHC classe II

1- Interiorização: Antígenos protéicos são capturados por células apresentadoras.

2- Processamento: Ocorrenos lisossomos e endossomos (enzimas que degradam proteínas)

3- Biossíntese no RE de MHC II

4- MHC classe II são ligadas a proteína invariante (Ii) que impede a ligação dos peptídeos presentes no RE: a proteína Ii direciona as MHC II para endossomos e lisossomos que contém Ag processado.

5- Associa peptídeo MHC- classe II

6- Expressãao do complexo peptídeo_MHC II na superfície celulardas células apresentadoras para reconhecimento do linfócito TCD4.

1.2 Processamento de Antígenos protéico para apresentação associada ao MHC classe I e II

1.3 Imunologia dos transplantes

* O MHC, desde sua descoberta, está estritamente relacionado a rejeição a transplantes. A começar pelo nome: HLA significa antígeno leucocitário humano eremete `as primeiras investigações sobre esses genes em experimentos com animais enxertados.

* Quando um indivíduo doa um órgão ou tecido, as células T do receptor encontram moléculas de MHC do doador, que por si só já funcionam como potentes imunógenos despertando ,na maioria das vezes, respostas muito agressivas. Devido à grande variedade de alelos na população, é praticamente impossívelencontrar um doador perfeito (100% de correspondência) .


1.4 Imunologia dos tumores

* Envolvimento ainda pouco claro. Algumas proteínas da célula maligna (diferentes das autólogas) se ligam a proteínas MHC, mas não são, por alguma razão, efetivas o suficiente para eliminar essas células.

* Além disso, células tumorais tendem a fazer down-regulation de algumas proteínas do HLA.Isso por um lado diminui a resposta de células T, mas por outro estimula as células NK.

2.0 Hipersensibilidades

2.1 Definição
Hipersensibilidade imunológica é o nome dado a uma alteração exagerada no organismo em uma resposta do sistema imune. Nesse tipo de resposta há a participação de um componente genético do indivíduo o que o torna alérgico a um antígeno comum, ou então a indivíduosnormosensíveis podem se tornar hipersensibilizados por circunstâncias ligadas ao antígeno ou a condições imunológicas no momento do contato. Dividem-se em:


2.2 Autoimunidade

2.2.1 Conceito
* Autoimunidade é uma resposta imune específica contra um antígeno ou uma
série de antígenos próprios.

* Doença Autoimune é uma síndrome provocada por lesão tissular ou alteração funcional...
tracking img