Competencias basicas comunicacao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1571 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Ética e Educação

Competências básicas para a comunicação (escrita)
I Conceitos fundamentais

A comunicação apresenta-se organizada num discurso (oral ou escrito). Discurso é um conjunto coerente de argumentos que visam expor um determinado assunto, formular uma problema e apresentar uma resposta devidamente justificada com argumentos. E dado que aqui se pretende desenvolver a comunicaçãoargumentativa que serve de base ao discurso científico (que é um discurso argumentativo) é preciso desenvolver competências específicas que nos permitam produzir um tal discurso, isto é, competências para problematizar, conceptualizar e argumentar, e que se podem definir do seguinte modo: Problematizar é descobrir e formular problemas que desafiem a nossa reflexão a passar para além dos significadosimediatos das situações. Conceptualizar é elaborar conceitos, isto é, noções gerais organizadoras da pluralidade da experiência humana. Argumentar é construir um conjunto de proposições articuladas logicamente de modo a justificar uma posição ou tese.

II Instrumentos lógicos
O discurso argumentativo tem uma grande exigência racional; e uma vez que para argumentar é preciso raciocinar (oufazer inferências válidas), são necessários, de um ponto de vista lógico, os seguintes instrumentos 1) argumentos 2) proposições 3) conceitos/termos

Argumento é uma sequência de proposições organizadas de tal modo que a conclusão a que chegamos tenha por base outra ou outras proposições a que chamamos premissas. Ex: Proposição/Premissa 1) Tudo o que existe tem um princípio Proposição/Premissa 2)Tudo o que tem um princípio tem uma causa Proposição/Premissa 3) O Universo tem um princípio Proposição/Conclusão : Logo, o Universo tem uma causa. Mas no debate de ideias podemos cometer erros ou alguém pode tentar enganarnos. Por isso a aceitação de qualquer tese exige a verificação da validade dos argumentos que a justificam (argumento válido é aquele que não pode ter premissas verdadeiras e umaconclusão falsa);

Página 1 de 6

Ética e Educação



verdade das proposições tomadas como premissas.

O exemplo anterior, porque obedece a estas exigências, é um argumento sólido. Argumento sólido é um argumento válido e com premissas verdadeiras. Um argumento é, portanto, constituído por proposições, embora nem todas as frases que proferimos sejam proposições. Por exemplo, aexpressão que grande seca! não é uma proposição porque, não passando de uma exclamação, o conteúdo nela expresso não tem valor de verdade. Já as frases “Lisboa é capital de Portugal” ou “Lisboa e Porto são cidades portuguesas” são diferentes, uma vez que afirmam ou negam algo. A este tipo de frases chamamos frases declarativas, sendo Proposição é o que é afirmado ou negado numa frase declarativa. Osconceitos/termos designam um conjunto de características essenciais de uma classe de seres ou objectos. Por isso mesmo são universais (porque se aplicam a todos os elementos da classe) e abstractos (porque o seu significado expressa as propriedades essenciais comuns a essa classe, ignorando as diferenças particulares e concretas dos seus elementos).

III Metodologias
As competências (problematizar,conceptualizar, argumentar) desenvolvem-se através das seguintes práticas 1. 2. 3. Leitura e análise filosófica de textos Debate e discussão de temas e problemas Elaboração de textos

1. Leitura e análise de materiais (texto escrito ou imagens) A leitura é uma das fontes de informação mais importantes. Mas para uma leitura correcta precisamos de uma metodologia adequada.

Modelo geral aaplicar à leitura a) identificar o tema; b) identificar o problema; c) identificar a tese ou as teses do autor; d) identificar os argumentos em confronto ensaiando possíveis objecções e refutações; e) identificar os termos ou conceitos nucleares, explicitando o seu significado e articulações; f) discutir e tomar posição sobre as teses em confronto mantendo um distanciamento crítico (considerar o caso...
tracking img