Codigo de obras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1169 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE

EDIFICAÇÕES

CÓDIGO DE OBRAS

CÓDIGO DE OBRAS E EDIFICAÇÕES - COE


O Código de Obras
O Código de Obras é o conjunto de normas e leis municipais, que visa normatizar as edificações de cada município. Todo projeto de edificação deve ser encaminhado aos órgãospúblicos competentes de cada cidade, para que estes verifiquem se o projeto apresentado, esta dentro ou não das normas e regras estabelecidas no código de obras municipal. O código de obras aqui explicitado se refere à cidade de São Paulo – SP.

Qual a Finalidade do Código de Obras
O Código de obras da cidade de São Paulo – SP tem como finalidade ordenar as atividades edilícias; estabelecerdireitos e responsabilidades do município, do proprietário ou possuidor do imóvel, do profissional, de atuantes na atividade edilícia, estabelecer diretrizes básicas de conforto, higiene, salubridade e segurança a serem atendidas nas obras e edificações, estas são algumas diretrizes estabelecidas no código de obras.

Quando surgiu o Código de obras em São Paulo
Desde 1886, vigorava um primeiropadrão para as construções particulares na cidade de São Paulo (Padrão Municipal, de 11 de Agosto); em 1893, pela Lei n. 38, passou a ser exigida a aprovação das plantas de novas edificações junto a Intendência Municipal. A origem do código de obras de São Paulo se confunde com a própria criação da prefeitura.
No período de 1889 a 1911, Antônio da Silva Prado, prefeito de São Paulo realizainúmeras intervenções, tais como: arborização de ruas e avenidas, remodelação do Jardim da Luz, abertura da Avenida Angélica, construção do Mercado Municipal e do Teatro Municipal, visando o embelezamento da cidade

Quem Criou o Primeiro Código de Obras de São Paulo
Em 1925, é criada a Comissão para a elaboração do Plano Geral do Conjunto, abrangendo planos parciais de extensão, melhoramento,embelezamento da cidade de São Paulo, com a participação de Prestes Maia e Ulhôa Cintra. Esta é a origem do "Plano de Avenidas" de Prestes Maia, apresentado em 1930, que consolida os trabalhos mais importantes da comissão e que delineiam uma reestruturação de toda a cidade.
Artur Sabóia foi um administrador e urbanista, diretor de obras da Prefeitura de São Paulo. Foi também prefeito de SãoPaulo em dois mandatos. Em 1929, a promulgação da lei municipal 3.427 – "Código de Obras Arthur Saboya" é fruto da intenção de controlar a estética, higiene e segurança das edificações.
No período de 1925 a 1929 é construído em concreto armado o Edifício Martinelli, pelo conde Francisco Matarazzo, que representa a ascensão do imigrante e o início da verticalização da cidade.
Código de obrasAtual
O Código de obras atual é datado de 1992, e foi estabelecido pela prefeita da cidade Luiza Erundina de Souza, este código estabelece normas para a construção de:
ANDAR: volume compreendido entre dois pavimentos consecutivos, ou entre o pavimento e o nível superior de sua cobertura.
ÁREA EDIFICADA: área total coberta de uma edificação.
ÁTICO: parte do volume superiorde uma edificação, destinada a abrigar casa de máquinas, piso técnico de elevadores, caixas d’água e circulação vertical.
COROAMENTO: elemento de vedação que envolve o ático.

DEMOLIÇÃO: total derrubamento de uma edificação; a demolição parcial ou o total derrubamento de um bloco de um conjunto de edificações caracteriza-se como reforma.
EDIFICAÇÃO: obra coberta destinada aabrigar atividade humana ou qualquer instalação, equipamento e material.
EDIFICAÇÃO PERMANENTE: aquela de caráter duradouro.
EDIFICAÇÃO TRANSITÓRIA: aquela de caráter não permanente, passível de montagem, desmontagem e transporte.
EQUIPAMENTO: elemento destinado a guarnecer ou completar uma edificação, a esta integrando-se.
EQUIPAMENTO PERMANENTE:...
tracking img