Clima e Qualidade de vida no Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2727 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de junho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto


UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
MBA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS




Trabalho Final da Disciplina
Clima e Qualidade de Vida no Trabalho








RIO DE JANEIRO
2013



GISLENE FERNANDES OTAVIANO








Clima e Qualidade de Vida no TrabalhoTrabalho acadêmico apresentado à disciplina de Clima e Qualidade de Vida no Trabalho para obtenção de avaliação.






RIO DE JANEIRO
15 DE JUNHO DE 2013











INTRODUÇÃO
O tema “Qualidade de vida no trabalho” vem se tornando cada vez mais uma preocupação para a Administração Pública e empresas, devido à ligação que existe entre condições adequadas para realização deum trabalho e produtividade, podendo se destacar por vários itens que formam um conjunto de fatores que interferem no desempenho dos funcionários.
A QVT assimila duas posições antagônicas: a reivindicação dos empregados quanto ao bem-estar e satisfação no trabalho; e, de interesse das organizações quanto aos seus efeitos potenciais sobre a produtividade e a qualidade.
A gestão da qualidade totalnas organizações depende fundamentalmente da otimização do potencial humano, isto é, depende de quão bem as pessoas se sentem trabalhando na organização. A QVT representa em que grau os membros da organização são capazes de satisfazer suas necessidades pessoais através do seu trabalho na organização.
A QVT envolve uma constelação de fatores:
1- A satisfação com o trabalho executado
2- - Aspossibilidades de futuro na organização.
3- - O reconhecimento pelos resultados alcançados.
4- - O salário percebido.
5- - Os benefícios auferidos.
6- O relacionamento humano dentro do grupo e da organização.
7- O ambiente psicológico e físico de trabalho.
8- A liberdade e responsabilidade de decidir.
9- As possibilidades de participar.
A QVT envolve os aspectos intrínsecos (conteúdo) eextrínsecos (contextos) do cargo.
Ela afeta atitudes pessoais e comportamentos relevantes para a produtividade individual e grupal, tais como: motivação para o trabalho, adaptabilidade a mudanças no ambiente de trabalho, criatividade e vontade de inovar ou aceitar mudança.
A importância das necessidades humanas varia conforme a cultura de cada indivíduo e cada organização. Portanto, a QVT não édeterminada apenas pelas características individuais (necessidades, valores, expectativas) ou situacionais (estrutura organizacional, tecnologia, sistemas de recompensas, políticas internas), mas, sobretudo pela atuação sistêmica dessas características individuais e organizacionais.

















DESENVOLVIMENTO
O Modelo de Hackman & Oldham (1975)
Este modelo propõe que resultadospositivos pessoais e do trabalho (alta motivação
interna, alta satisfação no trabalho, desempenho de alta qualidade, e baixo turnover e
(absenteísmo) são obtidos quando três ‘estados psicológicos críticos’ (percepção da
significância do trabalho, percepção da responsabilidade pelos resultados e conhecimento.
· Variedade de Habilidades: grau em que o trabalho requer uma variedade dediferentes atividades e o uso de diferentes habilidades e talentos em sua realização;
· Identidade da Tarefa: grau em que o trabalho é realizado por completo (do início até
(o final) com um resultado visível, sendo composto de tarefas identificáveis;
· Significado da Tarefa: grau no qual o trabalho tem impacto substancial na vida ou
no trabalho de outras pessoas – na própria organização ou nasociedade;
· Autonomia: grau com que o trabalho permite a liberdade, independência e discrição
do trabalhador na programação de suas atividades e na determinação dos
procedimentos a serem utilizados; e,
· Feedback do próprio trabalho (intrínseco): grau com que informações
relacionadas ao desempenho na execução das atividades solicitadas são claramente
apresentadas durante sua realização.
Além das...
tracking img