Celulas tronco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1561 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BRUNA
SEU NOME COMPLETO (CAIXA ALTA)














CÉLULAS-TRONCO E OS
BANCOS DE SANGUE DO CORDÃO UMBILICAL E PLACENTÁRIO





















UNIFEV – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOTUPORANGA
VOTUPORANGA – SP
2012
RESUMO

As células-tronco são dividas em duas categorias embrionárias e adultas, mostrando resumidamente os mesmo resultados, em pesquisasrealizadas com as mesmas, com relação a estes resultados positivos, realizou a criação do Banco de Sangue do Cordão Umbilical e Placentário. Propondo seu uso em vários tratamentos celulares, fácil manipulação e armazenagem. Estas estão presentes no corpo humano e de animais, sem riscos de rejeição pelo próprio. Tratamentos avançados foram implantados a estas células proporcionando melhores resultados acada tratamento. A presente pesquisa refere-se à utilização de células-tronco, banco de sangue do cordão umbilical e placentário no tratamento de doenças, levando em consideração os pós e contra destas aplicações, mostrando pontos de vistas diferentes.

Palavras-chave: células-tronco; tratamentos celulares; resultados positivos.





























1 –INTRODUÇÃO

Com o grande avanço tecnológico da medicina, agregado à necessidade da cura de doenças ainda incuráveis, pesquisadores começaram a estudar formas mais viáveis além das drogas normalmente utilizadas, propondo o uso de células tronco ou “células mãe” estas, exercem varias funções em relação á formação de novas células de qualquer tecido do corpo humano, encontradas no tecidoembrionário e tecido adulto (NARDI, 2007).
Estudadas dês do século 19, pesquisadores descreveram inicialmente em 1970 células-tronco de ratos, somente em 1998, elas foram isoladas no homem, pelos pesquisadores James Thomson (Universidade de Wisconsin) e John Gearhart (Universidade Johns Hopkins), nos EUA, com a aprovação da Lei de Biossegurança em 2005, permitiu-se o uso de células-troncoembrionária, provinda de embriões formados por reprodução assistida, que estivessem ha três anos congelado (NARDI, 2007).
Com tanto progresso cientifico e tecnológico, levando em consideração as novas possibilidades de tratamento contra doenças até então incuráveis, surgi o problemas éticos morais, debatidos por religiosos, pesquisadores à bioética, a final estes embriões seriam “sacrificados” afavor de novas curas (AZEVEDO, 2005).
Entretanto estes estudos proporcionaram um progresso significativo na ciência médica, sendo possível compreender ainda mais a potência destas células, suas diversidades e o esclarecimento de duvidas com relação a sua utilização, proporcionando bem estar à humanidade (SILVA, LEOI, 2010).
Desde então sua aplicação no tratamento de doenças como,Alzheimer, enfartes, Parkinson, câncer e doenças sanguíneas, estas são manipuladas e aplicadas nos pacientes a fim de corrigir erros conseqüentes de enfermidade. Pesquisadores acreditam que com a manipulação destas células não será mais preciso utilizar animais “cobaias”, nos testes com novas drogas (OLIVEIRA, SPONCHIADO, ADAM, 2006).
Com base na revisão de artigos científicos relacionados aotitulo, o objetivo desta pesquisa foi à utilização das células-tronco embrionária e adulta, no tratamento de doenças, criação do Banco de Sangue do Cordão Umbilical e Placentário, manipulação e aplicação dos mesmos, considerando o avanço tecnológico na área.


2 – CÉLULAS-TRONCO

No nosso corpo existem mais de 200 células diferenciadas, que exercem várias funções trabalhando em conjuntopara funcionalidade do nosso organismo, dentre elas se destacam aquelas que são consideradas “células-mãe”, as células-tronco, que podem ser encontradas no tecido embrionário ou tecido adulto, com características regenerativas e construtivas sua função é na formação de tecidos novos e regeneração de tecidos lesados, são divididas em três categorias segundo autores: (MINGRONI-NETTO, DESSEN,...
tracking img