Categoria trabalho segundo mar x trabalho alienado.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (924 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
É embasado nos debates e nas aulas na Universidade Veiga de Almeida aduzidas pela Professora Jociane que este texto comentará sobre as várias facetas da categoria trabalho com base na visão deMarxista. Também como o trabalhador encontra-se neste contexto e a realidade do trabalho hoje em dia neste sistema capitalista de produção.

Primeiro vamos analisar qual a concepção de Marx sobre trabalhono livro O capital (cap. 1). Segundo Marx o homem através do seu trabalho transformava a natureza e automaticamente se transformava, atende as suas necessidades e ele se relacionando com outroshomens novas necessidades objetivas e subjetivamente (linguagem, religião) surgem.

Para Marx, a práxis transformadora exercida pelo trabalho funda o ser social, dota-o de racionalidade, de liberdade,consciência, funda a sociabilidade, e a sua historicidade. Esta relação dialética de transformação do meio condiciona a autotransformação do homem, devido a este adquirir novos conhecimentos ehabilidades, tendo como consequência uma tendência à universalização da sua ação transformadora, ou seja, da objetivação do seu trabalho. É através do trabalho que o homem satisfaz
suas necessidades. Podemosapontar que a evolução da humanidade é caracterizada pelas maneiras e modos de produzir os bens necessários para a sobrevivência do ser social.


Ao analisar os modos de produção da vida social,desde o período comunal/primitivo, passando pelo modo asiático, feudal, até o atual sistema capitalista, percebe-se que as análises da tradição marxista quanto à centralidade do trabalho na constituiçãodo ser social não deixam dúvidas. O trabalho embora adquira configurações distintas em cada momento histórico, alicerça-se como categoria indispensável à sociabilidade humana, eterna necessidade dohomem. Sendo assim, após alguns séculos depois das análises desenvolvidas por Marx, a essência permanece a mesma: o sistema capitalista funda-se na expropriação do sobreproduto social produzido pela...
tracking img