Catapora

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1338 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
trabalho de ciencias sobre esclerose multipla











ESCLEROSE MÚLTIPLA
















Joinville - SC
2012

WELLINGTON MAURICIO ESPINDOLA









ESCLEROSE MÚLTIPLA






Trabalho apresentado a disciplina
de Ciências, 8 ano, sob orientação
da professora Ana Cristina.Joinville - SC
2012

SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO...................................................................................................4
2 DESENVOLVIMENTO.......................................................................................5
3 CONSIDERAÇOES FINAIS...............................................................................9
4REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS.................................................................10



1. INTRODUÇÃO

A Esclerose Múltipla é uma das doenças mais comuns em adultos jovens que compromete o SNC (Sistema Nervoso Central) constituído por cérebro, cerebelo, tronco encefálico e medula espinhal. De causa ainda desconhecida, foi descrita, inicialmente, em 1868, pelo neurologista francês JeanMartin Charcot, que a denominou "Esclerose em Placas", descrevendo áreas circunscritas endurecidas que encontrou (em autópsia) disseminada pelo SNC de pacientes. É caracterizada também como doença desmielinizante, pois lesa a mielina, prejudicando a neurotransmissão. A mielina é um complexo de camadas lipoproteicas que envolvem e isolam as fibras nervosas (axônios), permitindo que os nervostransmitam seus impulsos rapidamente, ajudando na condução das mensagens que controlam todas as atividades conscientes e inconscientes do organismo.



O presente trabalho tem como objetivo geral conhecer um pouco mais sobre essa patologia.


















1. DESENVOLVIMENTO

A Esclerose Múltipla é uma disfunção do sistema nervoso central, de etiologia desconhecida,que acontece às fibras nervosas mielinizadas e os músculos inervados por elas, se desenvolve com uma doença aguda sem sinais prévios e progride de forma intermitente caracterizada por período de exacerbação com intervalos de semanas, meses ou anos. Há uma destruição da camada de mielina que recobre as fibras nervosas em diferentes partes do cérebro e da medula espinhal.
[pic]
O materialisolante é substituído por tecido cicatricial, apresenta degeneração nervosa (esclerose) em múltiplas áreas, é um processo degenerativo idiopático dos neurônios motores, caracteriza-se por fraqueza motora e espasmos, principalmente, dos membros inferiores associados á atrofia muscular, tremores fibrilares e comprometimento de núcleos medulares, sua atividade fica limitada devido à degeneração dos nervos.Até o momento a causa é desconhecida. Nas pesquisas, amplos esforços são dirigidos ao estudo do indivíduo portador, como também do ambiente onde vive. A deterioração da mielina é provavelmente mediada pelo sistema imunológico em indivíduos geneticamente predispostos, o que resulta em um ataque maciço ao próprio tecido nervoso, isto é, uma resposta auto-imune. Ainda não foi identificado umantígeno específico.
Uma teoria defendida por pesquisadores é a de que o desencadeante responsável é um vírus e neste caso que o sistema imunológico interpreta uma parte da proteína mielínica como sendo um vírus de estrutura similar e a destrói (mimetismo molecular).
[pic]

||
| |


Os sintomas podem ser brandos ou pouco perceptíveis, o que faz com que a pessoa sequer procure o médico, ou seja, pouco valorizado inicialmente.
Outras doenças do sistema nervoso podem...
tracking img