Cartilha nr 18 -principais enfermidades na construção civil

Saiba como evitar as principais enfermidades que atingem os trabalhadores da construção civil

Reportagem: Juliana Nakamura

Os profissionais que atuam na construção civil estão sujeitos a umasérie de doenças diretamente relacionadas ao seu trabalho. Muitas delas podem incapacitar a pessoa temporariamente e, em casos mais graves, impedir para sempre o profissional de exercer suas funções.Para ficar longe dessas enfermidades, vale a pena prestar atenção às fontes de risco de doenças. Elas podem ser tanto físicas (ruído, calor, radiação, umidade, entre outros), quanto químicas (produtostóxicos presentes em tintas, solventes e cimento, por exemplo) e biológicas (bactérias e vírus).
Além disso, o uso adequado de equipamentos de proteção individual é fundamental para garantir a saúde dotrabalhador. Isso vale tanto para as vestimentas (botas, luvas, óculos, máscaras etc.), quanto para os aparatos que protegem o trabalhador de agentes agressivos (protetor auricular, filtro solaretc.).
Diagnosticar a doença cedo é uma medida necessária para evitar que o problema de saúde se agrave. Isso pode ser feito por exame físico ocupacional e exames complementares, solicitados pelo médico.O profissional deve procurar o médico periodicamente. "Não se pode esperar surgirem sintomas ou sinais para procurar o médico", alerta Ana Lúcia Elias d'Almeida, coordenadora do departamento deMedicina Ocupacional do Seconci-MG. A médica lembra que o trabalhador deve sempre solicitar à empresa a antecipação do seu exame periódico caso note alguma alteração em seu estado de saúde.

Doençasmais comuns na construção civil

Ouvidos - Pair (Perda auditiva induzida por ruído)
Problema difícil de ser detectado, a perda de audição pode afetar todos os trabalhadores que ficam expostos a ruídossuperiores a 85 decibéis por um período de oito horas por dia. Para se ter uma ideia, 85 decibéis equivalem aproximadamente ao barulho gerado por um liquidificador em funcionamento. É comum o...