Cartas paulinas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 108 (26939 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Diaconal
São Francisco de Assis
-------- DIOCESE DE APUCARANA --------











CARTAS
PAULINAS





Frei Ildo Perondi
APRESENTAÇÃO

Caros futuros Diáconos: Paz e Bem!

Esta é a Apostila do nosso Curso de “Cartas Paulinas”. Ela é um material introdutório e sempre incompleto, porém já tem um pouco de história. A primeira redação foi feita pelo Frei CácioRoberto Petekov, a partir das aulas do Pe. Fonsati, em Ponta Grossa. Depois disso fui fazendo vários acréscimos e mudanças, sobretudo lendo os livrinhos do José Bortolini da Coleção “Como Ler...” da Paulus. E fui acrescentando outros dados a partir da leitura de outros livros, sobretudo o livro Lettere Paoline e altre lettere, de Alessandro Sacchi e collaboratori.
A finalidade da apostila é sempre daruma introdução, seja ao tema, como a cada uma das Cartas, sobretudo contextualizando cada escrito e dando informações sobre o ambiente da comunidade ou da pessoa que recebeu o escrito.
As aulas levarão em conta o que apresentamos nesta apostila, mas vamos nos deter ao texto das cartas. É preciso ler Paulo! O que – devemos reconhecer – não é assim tão fácil. Paulo tem o auxílio dos secretários eutiliza um bom grego (vamos sofrer por não termos um bom conhecimento da língua original). Além disso, para compreendermos toda a profundidade dos seus escritos precisamos conhecer e entender os termos que o Apóstolo usa e qual o sentido que dá a eles.
Nosso método de estudo será contextualizar o escrito e depois ler. Para ler o Apóstolo é preciso não ter pressa. Ler devagar, entender osignificado de cada expressão. E vamos perceber a importância das pequenas palavras, sobretudo as preposições. São elas que indicam a relação entre um termo e outro que Paulo faz muito bem. Tenho certeza que o fato de ler Paulo apressadamente, é o que faz seus escritos muitas vezes parecer sem sentido e quase nunca comentados – apesar de presentes em nossa liturgia.
É certo que diante de algunsescritos (Cl, Ef, 2Ts, 1 e 2 Tm e Tt) vamos nos defrontar com o problema da autenticidade paulina ou não. Em geral preferimos adotar uma postura mais conservadora, mas sem excluir a opinião daqueles autores que possuem outra visão. O problema da autoria não será resolvido tão logo. Então neste curso, o mais importante é ler e estudar os textos inspirados e descobrir os seus conteúdos.
Utilizaremos parao estudo a versão da Bíblia de Jerusalém. Porém, ainda que seja a melhor versão para estudo, ela é limitada. Ter outras versões, compará-las e confrontá-las, e (quando é possível) ir ao texto grego será uma maneira para entender melhor o texto e descobrir sua riqueza e conteúdo. As notas de rodapé da BJ são importantes, mas também limitadas. Por isso, as notas da Bíblia do Peregrino ajudam acompletar esta deficiência.
A vocês compete a missão de não querer esgotar Paulo num breve curso como este. Esta é apenas uma porta que se abre. Ler e reler estes escritos (muitos deles os primeiros textos do NT) ajuda a tirar aquela idéia equivocada tão mal difundida por alguns autores que qualificam o Apóstolo como duro, frio, machista, submisso ao império... (penso que leram mal seus escritos).Cabe a vocês continuar lendo e estudando e enriquecer esta apostila.
Nós podemos dizer das Cartas o mesmo que o Apóstolo escreveu a respeito dos textos sagrados que tinha em mãos: “Tudo o que se escreveu no passado é para nosso ensinamento que foi escrito, a fim de que, pela perseverança e pela consolação que nos proporcionam as Escrituras, tenhamos a esperança” (Romanos 15,4).
Que as Cartas dePaulo nos ensinem a conhecer melhor a mensagem de Deus! Que elas nos ajudem a sermos perseverantes nas dificuldades que vamos encontrar em nossa caminhada! Que elas nos animem a sentir a consolação que Deus nos dá quando precisaremos de um ombro amigo. Mas, sobretudo, que estas Cartas alimentem a nossa esperança! É a esperança que nos ajuda a sermos melhores, a caminhar, a não desanimar e fazer...
tracking img