Cardiopatias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3968 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
C A R D I O P A T I A S | |
| | | | | |
| | | | |
| | |
| |
| As doenças cardíacas ocorrem em aproximadamente 1% das gestações, das quais 90% são conseqüências de lesões reumáticas. Outras etiologias são as cardiopatias congênitas e hipertensivas, além das arritmias, prolapso da válvula mitral, endocardites e miocardiopatia periparto. Representam, ainda hoje, uma dascausas mais freqüentes de mortalidade materna. Alguns dos sintomas de doença cardíaca são: dispnéia grave ou progressiva, ortopnéia, dispnéia paroxística noturna, hemoptise, síncope, dor precordial. Entre os sinais, destacam-se: cianose, baqueteamento dos dedos, sopros, murmúrio diastólico, cardiomegalia, arritmia, desdobramento persistente da segunda bulha, hipertensão pulmonar. Classificação(funcional): _ Classe I: assintomática, sem limitação da atividade física. _ Classe II: levemente sintomática, limitação aos grandes esforços. _ Classe III: moderadamente sintomática, com limitação aos pequenos esforços. _ Classe IV: severamente comprometida, sintomatologia ao repouso. Nas classes I e II, o risco de complicações é pequeno, podem ser precipitadas por infecções, tabagismo e uso decocaína (tanto pelos efeitos cardiovasculares como pelo risco de endocardite). Nas classes III e IV, a mortalidade materna é de 4% a 7%. Em alguns casos mais graves, pode-se considerar a possibilidade de interrupção da gestação por risco de vida materna. Se a gestação prosseguir, a gestante necessitará de internações prolongadas e atendimento multidisciplinar em centro de referência. O risco demortalidade materna depende da patologia de base, além de sua classe funcional. Nas pacientes com hipertensão pulmonar, coarctação da aorta com acometimento valvar e Síndrome de Marfan com acometimento da aorta, a mortalidade materna pode ser de 25% a 50%. DIAGNÓSTICO O diagnóstico, além da clínica, deve se basear no eletrocardiograma, raios-X de tórax e ecocardiografia. A descompensação ocorre demaneira progressiva e inclui o aparecimento de estertores persistentes, edema progressivo, taquicardia. e limitação aos esforços físicos. Portanto, para que seja diagnosticada, a gestante deve ter retornos quinzenais, se tudo estiver bem, e semanais, se houver suspeita de descompensação. Deverá ser internada sempre que apresentar sintomatologia exacerbada. Com relação ao feto, seu crescimento evitalidade devem ser monitorizados, e a maturidade pulmonar estimulada com corticóides, sempre que houver necessidade de antecipação prematura do parto. CONDUTA Clínica No tratamento clínico, deve-se levar em conta a relação risco/benefício para cada droga a ser administrada. Os cardiotônicos, anti-hipertensivos e heparina podem ser utilizados sem restrições, quando necessário. São contra-indicados osanticoagulantes orais, amiodarona e o nitroprussiato de sódio, por seus efeitos sobre o feto. A valvuloplastia, quando indicada, tem sido opção para casos de estenose, com bons resultados. A troca de válvula também poderá ser realizada para garantir a sobrevida materna. Quando houver repouso prolongado, devem ser prevenidas as complicações tromboembólicas, pela mobilização dos membros e pelo uso demeias elásticas. O esquema de digitalização é o mesmo para as mulheres não-grávidas. O uso de diuréticos deve ser feito com moderação, pelos riscos de redução excessiva do volume plasmático e conseqüente déficit de fluxo placentário. Obstétrica O parto pode e deve ocorrer por via vaginal, pois a morbidade materna é menor. Com relação à analgesia de condução, o risco é decorrência da hipotensão.Em valvulopatas, deve ser realizada profilaxia da endocardite periparto. A conduta obstétrica visa ao parto vaginal, evitando-se o esforço expulsivo. A cesariana só por indicação obstétrica e deve ser absoluta nas cardiopatias com hipertensão pulmonar. Lembrar que o esvaziamento uterino rápido na cesárea pode levar à descompensação materna. | | |
| |
| 117 | | |
| |

| | |...
tracking img