Capitalismo e subjetividade do trabalhador

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7088 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO
Este trabalho tem como finalidade abordar o capitalismo e a subjetividade no trabalho e verificar como o capitalismo vem contribuindo para o adoecimento deste trabalhador que é submetido a uma política do medo como Dejours (2006) fala que existe uma “Guerra” e os que sobrevivem são os que se superam e que se tornam ainda mais eficazes que nossos concorrentes. O trabalho também abordaráque a guerra visa o desenvolvimento desta competitividade, abordará também como esta competitividade vem aumentando as filas de desemprego, devido a má capacitação e o fechamento das pequenas empresas que acabam não conseguindo continuar com suas portas abertas devido concorrência utilizar as melhores “armas” e assim vencer esta competitividade. O trabalho apresentará como a subjetividade éproduzida e modificada através das demandas apresentadas, entre elas, o desemprego e a falta de qualificação que contribuem para que aumente mais a procura por uma colocação no mundo do trabalho e também apresentará alternativas viáveis que poderão contribuir para que estas demandas sejam minimizadas e refletidas sobre um novo olhar dando a oportunidade de escolha para este individuo.



Palavraschaves: capitalismo, desemprego, competitividade e subjetividade.




1. Introdução

O capitalismo trouxe consigo uma organização flexível, uma racionalidade técnica e instrumental capitalista própria do mundo atual, que vem acompanhada de um avanço tecnológico, interferindo no mundo do trabalho e que transforma a subjetividade destes indivíduos, contribuindo para o seu adoecimento e ossubmete a uma disputa desumana que escraviza, mas ao mesmo tempo que o escraviza exige que este indivíduo supere suas limitações, o que acontece é uma Guerra que é denominada como sendo uma Guerra Sã, guerra esta que visa as saúdes das empresas, que só contribui para o adoecimento desde trabalhador que se submete ao que está instituído com medo de ser colocado novamente nesta disputa por umacolocação no mundo de trabalho.
O capitalismo traz uma guerra; à guerra da sobrevivência e quem sobrevive são os que estão melhores capacitados, o capitalista sempre vencerá nesta disputa nesta competitividade, pois faz com que o trabalhador se submeta aos seus regimes instituídos por não ter escolha já que nesta guerra sempre destroem os que não estão tão preparados, portanto as pequenas empresas nãosobrevivem, assim aumenta mais ainda a disputa por uma vaga, estas demandas fazem com que este trabalhador acabe se já dentro da empresa se submetendo, interferindo em sua subjetividade que ficará abalada para que seja atendida as demandas da empresa e com isso acabará adoecendo.
A empresa exige um funcionário flexível assim como a sua economia é flexível. Este trabalho propõe apresentar como asua subjetividade é comprometida com estas exigências, e, também que o trabalho não é mais visto como fonte de prazer mas sim como fonte de sobrevivência. As propostas apresentadas no decorrer do trabalho visa mostrar que é possível um outro meio de sobrevivência, basta a conscientização e uma tentativa de melhora, pois o discurso vem ao longo dos anos, mas nada foi modificado. O adoecimento vemmostrar que exige uma demanda e que este sistema não consegue atender esta demanda.

2. Capitalismo

O Capitalismo surgiu após a era do feudalismo, que foi marcado pela exploração de terras e do trabalho dos servos conforme o progresso que se deu a partir de novas tecnologias agrícolas, industriais de urbanização dentre outras que contribuíram significativamente para o fim deste sistema econsequentemente para o surgimento do capitalismo.
O capitalismo é conhecido também como economia mista. Não existe um consenso sobre a definição exata de capitalismo. Pode-se dizer que ele se refere à acumulação de capital.
Pela visão dos economistas políticos, o capitalismo está relacionado às propriedades privadas, relações de poder, trabalho assalariado, e divisão de classes.
Existe uma...
tracking img