Toyotismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4521 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Segundo o Sociólogo, doutor em ciências sociais (UNICAMP), professor de Sociologia na UNESP/Marília -Giovanni Alves

A partir da mundialização do capital, o que veio a ser denominado de toyotismo assumiu a posição de objetivação universal da categoria da flexibilidade, tornando-se um valor universal para o capital em processo. O toyotismo tornou-se o "momento predominante" do novo complexo dereestruturação produtiva sob o novo regime de acumulação flexível.
É claro que a projeção universal do toyotismo, a partir dos anos 80, vincula-se ao sucesso da indústria manufatureira japonesa na concorrência internacional. Durante os anos 70 e 80, diversas técnicas foram importadas do Japão, em diversas ondas, com diferentes ênfases, para diversos países e setores. A primeira onda foi a dosCCQ’s e, quase que em paralelo, a do Kanban / JIT. Posteriormente, diversos outros elementos foram adicionados, como TQC (Total Quality Control), Kaizen, técnica dos 5S’s, TPM (Total Productive Maintenance) e outras (Zilbovicius, 1997:286).
Mas, o novo método de gestão da produção, impulsionado, em sua gênese sócio-histórica, pelo sistema Toyota, conseguiu assumir um valor universal para o capital emprocesso, tendo em vista as próprias exigências do capitalismo mundial, das novas condições de concorrência e de valorização do capital surgidas a partir da crise capitalista dos anos 70. Isso significa dizer que o toyotismo não pode mais ser reduzido às condições históricas de sua gênese, tornando-se adequado, sob a mundialização do capital, não apenas à nova base técnica do capitalismo, com apresença de novas tecnologias microeletrônicas na produção – o que exige um novo tipo de envolvimento operário, e, portanto, uma nova subordinação formal-intelectual do trabalho ao capital – mas à nova estrutura da concorrência capitalista no cenário de crise de superprodução, onde está colocada a perspectiva de "mercados restritos" .
Ao surgir, portanto, como o "momento predominante" do complexode reestruturação sob a mundialização do capital, o toyotismo passou a incorporar uma "nova significação", para além das particularidades de sua gênese sócio-histórico (e cultural), vinculado com o capitalismo japonês. Deste modo, ao utilizarmos o conceito de toyotismo, queremos dar-lhe uma significação particular, delimitando alguns de seus aspectos essenciais. São tais aspectos essenciais dotoyotismo - seus protocolos organizacionais (e institucionais), voltados para realizar uma nova captura da subjetividade operária pela lógica do capital – que possuem um valor heurístico, capaz de esclarecer seu verdadeiro significado nas novas condições da mundialização do capital.
Para nós, o toyotismo não é considerado um novo modo de regulação do capitalismo, no estilo da Escola da Regulação (talcomo fizeram, por exemplo, com o conceito de fordismo); o potencial heurístico do conceito de toyotismo é limitado à compreensão do surgimento de uma nova lógica de produção de mercadorias, novos princípios de administração da produção capitalista, de gestão da força de trabalho, cujo valor universal é constituir uma nova hegemonia do capital na produção, através da captura da subjetividadeoperária pela lógica do capital.
Na verdade, o toyotismo é um estágio superior de racionalização do trabalho, que não rompe, a rigor, com a lógica do taylorismo-fordismo (é por isso que alguns autores o denominam "neofordismo") (Aglietta, 1978). Entretanto, no campo da gestão da força de trabalho, o toyotismo realiza um salto qualitativo na captura da subjetividade operária pela lógica do capital, oque o distingue, pelo menos no plano da consciência de classe, do taylorismo -fordismo.
Uma outra utilização indevida do conceito de toyotismo ocorre quando o consideramos, por exemplo, o único responsável pelo sucesso da indústria manufatureira do Japão no mercado mundial dos anos 80 (o que implica, de certo modo, reduzir o desenvolvimento capitalista à perspectiva microeconômica, não...
tracking img