Buscando novas formas de ensinar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5759 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BUSCANDO NOVAS FORMAS DE ENSINAR

MARCO AURÉLIO FERREIRA SANTIAGO
Professora Orientadora: Rita Maria Linhares Strauch
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Curso (LED 0063) – Trabalho de Graduação
07/05/2012

RESUMO
Neste trabalho, cujo objetivo principal é descobrir maneiras de ensinar o aluno a gos-tar da língua portuguesa, transformando o aprendizado da gramática eoutros assuntos afins em uma atividade desejada, procura-se traçar um paralelo entre o ensino atual e as possíveis novas formas de ensinar, tendo como ponto de partida a evolução do homem e do mundo, principalmente nos séculos XX e XXI. Com o avanço da tecnologia, da velocidade dos meios de comunicação e da interação dos homens em sentido global, especialmente dos jovens, sur-ge a necessidade de umensino moderno e atraente, que faça frente aos demais interesses dos estudantes.
A partir da ideia de que os jovens só gostam de fazer aquilo que lhes dá prazer, lem-bramos que: “Se não podemos fazer tudo o que gostamos, então devemos aprender a gostar do que temos de fazer”, buscou-se, então, como fonte de pesquisa, autores voltados para este as-sunto.
Na procura por novos métodos de ensino,pensa-se, inclusive, em quebra de paradig-mas, como: utilizar a norma culta como um referencial e não como um padrão, acei-tar variantes locais, trabalhar a relação entre padrão e variantes, aguçar o interesse do aluno quanto a diferença entre língua e linguagem, considerar na relação ensino-aprendizagem a li-derança e a atuação do professor. O que se busca são novas formas de adaptação, criatividadee interesse do educando, criando nele a sensação da necessidade em aprender.
Em fim, durante as pesquisas notou-se a preocupação com a evolução do ensino e com a descoberta de novas técnicas de aprendizado, em todos os autores pesquisados, dando muita importância para o estudo da linguística e da variação dialetal, mas sempre com muita pru-dência, como no dito de Silva (2011, p 11), citandoCorbeil: “O paradoxo de uma língua de grande difusão é de integrar a variação ao mesmo tempo em que respeita uma norma unifica-dora”.
Palavras-chave: Ensino. Adaptação. Métodos. Variação.

1 INTRODUÇÃO
Sabemos que através dos séculos o mundo passa por uma evolução em sentido total, ou seja, do ser vivo à sua própria geografia. A partir do século XX essa evolução acelerou, principalmente na áreatecnológica, o que influenciou diretamente nas comunicações, e con-sequentemente, na interação entre os homens e na sua linguagem.
As pessoas hoje conseguem se comunicar com outras em qualquer parte do mundo em questão de segundos; da mistura de idiomas, regiões e culturas, surgem novos dialetos, propa-gados facilmente através dos inúmeros meios da comunicação. Enfim, estamos numa época em que aspessoas de mais idade, em sua maioria, não conseguem manter um diálogo produti-vo com os mais jovens, principalmente com adolescentes, pois esses têm mais facilidades e interesse pela tecnologia.
Os jovens do século XXI estão em alta velocidade, fazem apenas o que gostam, vivem intensamente o dia de hoje e isso nos leva a pensar em alguns questionamentos: O ensino a-companhou essa evolução? Adidática nas escolas é tão atraente quanto os instrumentos tec-nológicos disponíveis? Os alunos gostam de estudar? Se não gostam, conseguem aprender?
Aqui vale uma frase de um antigo professor de português, ao apresentar-se para a pri-meira aula a uma nova turma: “sou professor de português, mas não pretendo ensinar-lhes português, pretendo ensiná-los a gostar de português” (Prof. Cícero-1967). Ora,se aprender-mos a gostar daquilo que temos de fazer, teremos prazer em fazê-lo. Portanto, o objetivo é fa-zer com que o aluno tenha prazer em estar numa sala de aula, que tenha tanta curiosidade so-bre uma disciplina quanto tem por um novo aparelho eletrônico. Para isso, há de se pensar em novos métodos, meios auxiliares modernos e quebra de paradigmas.
No caso específico da língua portuguesa,...
tracking img