Burnout o profissional em chamas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1267 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Quase todos os tipos de profidssionais estão dispostos a diversos estressores ocupacionais, porém aqueles que se encontram na área da saúde, quando prolongados à exposição, podem levar à sindrome de burnout.
A síndrome de burnout é um fenômeno psicossocial constituído de três dimensões: Exaustão emocional, despersonalização e baixa realização profissional. É considerada pela Organização Mundialda saúde (OMS) risco para o trabalhador podendo ocasionar deterioração física e/ou mental. Atualmente é considerada questão de saúde pública. O burnout (na tradução literal combustão total ou esgotamento) é um problema cosmopolita e um dos caminhos para a depressão.
Segundo Edelwich e Brodskvy (1980): “Burnout é um processo de perda do idealismo, energia e objetivos, vivenciado pelo indivíduo quetrabalha em profissões de ajuda, originário das suas condições de seu trabalho”.
Cada pessoa expressa burnout de uma forma única, mas de maneira geral se perde o significado e fascinação pelo trabalho gradualmente porém normalmente se constitui de três dimensões:
Exaustão Emocional -> Caracteriza-se pela falta de energia e sentimento de esgotamento emocional. Ocorre quando indivíduo percebenão possuir mais condições de se dedicar ao trabalho com a energia necessária. Possíveis causas: sobrecarga de atividades, conflito pessoal nas relações.
Despersonalização: -> Ocorre quando profissional passa a tratar clientes, colegas e a organização de forma distante e pessoal. É considerada dimensão típica da síndrome e o que a distingue da síndrome do estresse. Se origina como meio de sedefender da carga emocional do contato direto com o outro. Cria-se assim uma barreira para não permitir influencia dos problemas e sofrimentos alheios.
Baixa Realização profissional -> Caracteriza-se pela tendência de uma auto avaliação negativa, sentindo-se insatisfeito com seu desenvolvimento profissional, derivando daí sentimentos de incompetência e baixa autoestima.
Fatores ambientaiscomo características do trabalho estão mais relacionados ao burnout do que fatores socio-demográficos e variáveis da personalidade. Exaustão, baixa imunidade, insônia, úlcera, dores de cabeça, tensão muscular e fadiga crônica são sintomas frequentes no profissional acometido pelo burnout. Pode assim desencadear transtorno depressivo. No campo organizacional está relacionada ao baixo moral dostrabalhadores, absenteísmo, rotatividade de pessoal, resultados organizacionais negativos e baixos níveis de comprometimento no trabalho. O relacionamento profissional-cliente se apresenta como o maior preditor da síndrome, ainda que a mesma seja ocasionada multifatorialmente.
A exaustão emocional e a baixa realização profissional podem estar associados a outros tipos de síndromes não ocorrendo o mesmocom a despersonalização. É essa dimensão que diferencia a síndrome de outros construtos psicológicos e a coloca como fenômeno psicossocial.
Os profissionais que ingressam no mercado de trabalho se defrontam com um sistema de saúde geralmente desumanizado e despersonalizado. Além de conflitos devido a diferentes conjuntos de valores adotados por autoridades paralelas no contexto hospitalar, gerandoansiedade e estresse, que pode contribuir para a baixa motivação profissional. Soma-se a esse contexto as longas jornadas de trabalho, número insuficiente de pessoal, falta de reconhecimento profissional, alta exposição a riscos químicos e físicos, assim como contato constante com o sofrimento alheio, a dor e a morte. Tende-se a apresentar maior exaustão emocional e despersonalização nosprofissionais mais jovens, possivelmente devido à essa alta expectativa e desilusão.
A síndrome é o estado final de uma progressão de tentativas fracassadas de manejar o estresse laboral crônico. (RODRIGUEZ-MARÍN, 1995)
O esforço por parte do trabalhador manifestar emoções frequentes, intensas, variadas e durante períodos de tempo prolongados leva a um desgaste ou esgotamento podendo levar à síndrome. O...
tracking img