Bullyng

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BULLYING
A BRINCADEIRA QUE NÃO TEM GRAÇA

BULLYING
A BRINCADEIRA QUE NÃO TEM GRAÇA

Atividade Supervisionada de TCC – Módulo 12 do curso de Pedagogia II das Faculdades de Pinhais .
Professor:Prof. Ms. Paulo Negri Filho

SANTA CRUZ DO RIO PARDO
2011
BULLYING
A BRINCADEIRA QUE NÃO TEM GRAÇA

Todos os dias alunos no mundo todo sofrem com um tipo de violência que vem mascarada na formade “brincadeiras”. Estudos recentes revelam que esse comportamento, que até há bem pouco tempo era considerado inofensivo e que recebe o nome de bullying (termo em inglês utilizado para designar aprática de atos agressivos entre estudantes), pode acarretar sérias conseqüências ao desenvolvimento psíquico dos alunos, gerando desde queda na auto-estima até, em casos mais extremos, o suicídio eoutras tragédias (DREYER, 2011).
Quem nunca foi zoado ou zoou alguém na escola? Risadinhas, empurrões, fofocas, apelidos como “bola”, “rolha de poço”, “quatro-olhos”. Todo mundo já testemunhou umadessas “brincadeirinhas” ou foi vítima delas. Mas esse comportamento, considerado normal por muitos pais, alunos e até professores, está longe de ser inocente e não deve ser encarado como brincadeira decriança.
Especialistas revelam que esse fenômeno, que acontece no mundo todo, pode provocar nas vítimas desde diminuição na auto-estima até o suicídio. Bullying diz respeito a atitudes agressivas,intencionais e repetidas praticadas por um ou mais alunos contra outro. Portanto, não se trata de brincadeiras ou desentendimentos eventuais.
Além de haver alguns casos com desfechos trágicos, essetipo de prática também está preocupando por atingir faixas etárias cada vez mais baixas, como crianças dos primeiros anos da escolarização. Dados recentes mostram sua disseminação por todas as classessociais e apontam uma tendência para o aumento rápido desse comportamento com o avanço da idade dos alunos.

REFERÊNCIA:
Dreyer, Diogo. Bullyng - A brincadeira que não tem graça. Revista...
tracking img