Bullying

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2877 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
VIOLÊNCIA NA ESCOLA: PLANO DE INTERVENÇÃO EDUCACIONAL NO COMBATE AO BULLYING

Aldilene campos brasileiro
Luciana barbosa de sousa
Sandra moraes tavares de melo



RESUMO: O presente artigo aborda a temática do bullying e as iniciativas adotadas na prevenção e no combate desse fenômeno no âmbito escolar. A pesquisa teve um caráter exploratório e buscou na literatura a construção de umarcabouço teórico acerca do tema da violência e suas interfaces na sociedade e na escola. No campo empírico, se apoiou na técnica do estudo de caso e da observação participante, no intuito de compreender a complexidade das ações que envolvem as políticas de prevenção e combate ao bullying no espaço escolar. Nessa perspectiva, nos questionamos sobre as ações que vêm sendo implementadas nas escolas coma finalidade de combater a prática do bullying. Nosso objetivo foi verificar como projetos pontuais de combate à prática do bullying escolar estão sendo desenvolvidos; como a comunidade escolar tem se envolvido nesses processos e se as metas de combate e de prevenção ao bullying escolar previstas têm sido alcançadas. Para tanto, adotamos como instrumento de coleta de dados a entrevista comquestionários semi-estruturados e análise de documentos. Tomamos para análise documental o projeto intitulado “Plano de intervenção educacional - violência na escola: bullying”, elaborado por educadores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Ângela, na cidade de João Pessoa-PB, onde fora identificado casos de bullying escolar.

Palavras chave: Bullying, violência escolar, estratégia deintervenção



INTRODUÇÃO


Nos últimos anos a sociedade civil tem sido bombardeada com noticiários, muitas vezes com resultados trágicos, tendo como pano de fundo um “novo” tipo de violência marcadamente de cunho pisico-social denominada “bullying”. Novo no nome, porém não tão novo na prática, o fenômeno do bullying ocorre nos mais variados espaços sociais, mas é na escola que sua prática temtido maior repercussão na mídia. O bullying escolar, tem motivado inúmeras pesquisas entre os profissionais da educação e da saúde, ao mesmo tempo que tem se tornando um grande desafio para gestores, educadores, pais, médicos e psicólogos.
Embora haja um consenso entre esses profissionais em torno da relevância psíquica e social do combate ao bullying, principalmente no âmbito escolar, quandoadentramos os muros da escola, a questão se torna mais crítica visto que a maioria dos próprios profissionais da educação não estão devidamente preparados para lidar com os meandros que envolvem as delicadas relações interpessoais que se estabelecem num contexto de violência que, dia a dia, toma conta do ambiente escolar.
Mais comum do que parece, o bullying escolar, segundo Botelho & Souza (2007),“compreende todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas (de maneira insistente e perturbadora), que ocorrem sem motivação evidente e de forma velada, sendo adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), dentro de uma relação desigual de poder”. A sagacidade do comportamento bullying, capaz de causar profundos traumas de ordem psíquica em suas vítimas, tem se configuradoo cerne das investigações nesse campo do comportamento violento entre estudantes.
Para evitar a recorrência das graves consequências na prática do bullying, o tema deve ser amplamente discutido entre educadores e membros da comunidade escolar, tendo em vista a sua prevenção e o seu combate. Foi nessa perspectiva que se deu o nosso interesse pela temática. Nossas inquietações emergiram durante umcurso de capacitação para profissionais em educação, como parte do “Programa: escola que protege”, atuando numa parceria entre a Escola/SEDEC e a UFPB/PRAC, quando passamos a conhecer melhor as características dessa modalidade particular de violência escolar. Tomando ciência de que, no espectro de suas implicações, a prática do bullying pode causar a delinqüência juvenil, o isolamento social, o...
tracking img