Bullying

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1279 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Nem tudo deve ser tratado como bullying

Casos de intimidações e violência no ambiente escolar passaram a fazer parte do dia a dia do noticiário, gerando preocupação de pais e educadores e várias discussões e ações para coibir este tipo de comportamento.
Houve um efeito colateral, no entanto, e atualmente, toda e qualquer discussão ou provocação acaba sendo taxada como bullying e recebendoatenção e intervenção de professores e pais. Pois especialistas alertam que este exagero também não é saudável.
Apesar de não serem agradáveis nem, claro, ser algo a ser estimulado, desentendimentos, brincadeiras de mau gosto e apelidos indesejáveis fazem parte do dia a dia escolar. Quem não passou por estas situações no colégio e “sobreviveu” a elas? E, o mais importante, há muito o que se aprenderao passar por isso, como formas de se defender, superar e no fim, não dar muita atenção às provocações.
Por isso, antes de transformar uma disputa natural vivida por seu filho em um grave problema, saiba que o bullying tem seu verdadeiro papel. Lembre-se: crianças e adolescentes precisam passar por apuros, sozinhos, e criar soluções para sair deles. Um importante aprendizado para a vida adulta.Entenda melhor.

Bullying é uma agressão deliberada de ordem psicológica, emocional e/ou física, feita à uma pessoa. Pode ser feita por uma pessoa ou por um grupo e, ser física - bater, chutar, socar e assim por diante; ou verbal - ameaças, xingamentos, calúnias, difamações ou desconsiderações. 
Você pode explicar isso às crianças dizendo que o bullying acontece quando alguém é machucado outem seus sentimentos feridos. Alguns exemplos devem ser: bater, morder, chutar, puxar os cabelos, arrancar brinquedos ou dizer coisas más como "você é burro", "você é gordo(a)" ou "você é feio(a)".
O bullying é diferente das provocações normais, brincadeiras agressivas ou brigas no pátio da escola, de duas formas: 1) quase sempre envolve um desequilíbrio de tamanho, força e poder entre ascrianças envolvidas e 2) os incidentes são contínuos.
Isso não significa que não hajam incidentes isolados de bullying mas, geralmente, os incidentes nocivos de bullying ocorrem repetidamente e são tão persistentes que a vítima não tem tempo de se recuperar de um episódio de bullying antes de passar por outro.
As pesquisas nos dizem que é o comportamento natural e repetitivo do bullying, o fator maisimportante. Muitas crianças podem lidar com exemplos isolados de provocações, outras (principalmente irmãos e irmãs) podem provocar uns aos outros impiedosamente.
De maneira geral, isso não é prejudicial contanto que não seja a única forma de interação e que não haja malícia nas provocações. Isso pode ajudar os mais novos a lidar com os outros, fazendo-os saber negar estas provocações. Obviamente,se uma criança está claramente perturbada, a provocação não é aceitável.
Agressões físicas, por outro lado, implicam simplesmente em não serem toleradas.

Tipos de bullying

O bullying pode assumir várias formas, incluindo:

• Provocações no meio social/ Provocações que machucam
• Puxões e empurrões
• Linguagem corporal sutil porém desagradável.
• Fofocas maliciosas
• Comentáriosracistas ou sexistas
• Exclusão
• Extorsão/suborno
• Abuso via internet ou telefone
• Assédio sexual
• Danos à propriedade
• Violência física
• Ameaças
• Uso de armas

Qual é a frequência do bullying?

As pesquisas confirmam que o bullying está por todos os lados. A maioria delas sugere que o nível de persistência do bullying, onde uma criança sofre bullying na escola semanalmente, ficaentre 8% (nos EUA, Reino Unido e Noruega) e mais de 15% em alguns países.
O nível de bullying aumenta, no entanto, em vários momentos do ano escolar. Por exemplo, alguns relatos indicam que mais de 22% dos alunos alegam tem sofrido bullying nas primeiras semanas de um novo ano escolar. De acordo com a pesquisa, de uma forma geral, garotos alegam sofrer bullying com mais frequência do que garotas....
tracking img