Bulliyng escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA
VALÉRIA SANTOS MACHADO






BULLYNG ESCOLAR










CURITIBA
2009
FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA
MARIA IVANILDA LEAL DA CRUZ
VALÉRIA SANTOS MACHADO






BULLYNG ESCOLAR


Trabalho de conclusão de curso apresentado à Faculdade Internacional de Curitiba, como requisito parcial paraobtenção do título de Pedagogo.




CURITIBA
2009
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 4
2. DESENVOLVIMENTO 6
2.1. BULLYNG ESCOLAR – NÃO É BRINCADEIRA DA IDADE 6
2.2. INTERVENÇÕES E PREVENÇÃO 12
2.3. METODOLOGIA 15
3. CONSIDERAÇÕES FINAIS 16
REFERÊNCIAS 21















1. INTRODUÇÃO

Nos estágios realizados em escolas de ensino fundamental, durante módulos passados,observamos que a agressividade entre os alunos, principalmente na hora do recreio, era muito grande.
Procurando compreender este tipo de comportamento, procuramos pesquisar sobre a violência escolar e descobrimos que o bullying é um tipo de violência, cruel, desumana e que muitas vezes acaba tendo um desfecho trágico, tanto para as vítimas quanto para os vitimizadores.
Segundo Cléo Fante,em entrevista para o Guia Rio Claro, “Bullying é um conjunto de comportamentos agressivos (...) causando angústias e sofrimentos, executados em uma relação de poder desigual, os quais refletirão na vida do indivíduo, no campo pessoal, profissional, familiar e social.”
Tornou-se comum vermos as crianças xingando, ridicularizando e agredindo fisicamente outras crianças. Algumas se isolam,ficam pelos cantos e na maioria das vezes, essas crianças são gordas, usam óculos ou possuem qualquer outro atributo, não necessariamente físico, mas que os agressores acham diferente, e passam a praticar este tipo de violência.
É comum também, que nunca ou quase nunca, haja a interferência de um adulto. Professores, inspetores, coordenadores, em geral, ficam omissos a isso, fazendo comquem sofre a agressão sinta-se desprotegido e os agressores fiquem com aquele sentimento de impunidade.
Percebemos que há um despreparo por parte desses profissionais, e, diante desse quadro achamos importante pesquisar mais a fundo o porquê dessa violência, o que faz o agressor agir dessa forma e como lidar com isso.
Segundo a promotora Soraya Escorel, em entrevista, a respeito dobullying, à revista Nova Escola (04/2008), “As escolas geralmente se omitem. Os pais não sabem lidar corretamente. As vítimas e as testemunhas se calam. O grande desafio é convocar todos para trabalhar no incentivo a uma cultura de paz e respeito às diferenças individuais.”
Os educadores não podem fechar os olhos a essa prática que destrói vidas e causa danos psicológicos irreversíveis nascrianças e adolescentes.
A intenção dessa pesquisa foi compreender e conhecer o bullying em seus diferentes aspectos, para podermos ter o respaldo teórico que nos permita saber lidar com essa prática, nos permitindo intervir de forma efetiva a fim de minimizar essa violência dentro das escolas.
Com essa pesquisa pretendíamos também divulgar ao máximo o bullying aos profissionais daeducação, a fim de que esses busquem preparo para lidar com essa violência no decorrer de suas vidas profissionais, exigindo da sociedade medidas eficazes pra acabar com o bullying escolar e contribuindo para que fossem realizados trabalhos dentro e fora de sala de aula a fim de conscientizar a todos, os danos que essa prática violenta pode acarretar na vida dos alunos.
Não podemos fingirque nada acontece e acharmos que esta pratica repetitiva de violência é apenas uma brincadeira de criança, e nem tão pouco admitir que profissionais da educação ignorem esses acontecimentos dentro dos estabelecimentos educacionais, tornando-se meros espectadores.
Para realizarmos o desenvolvimento dessa pesquisa utilizamos como base o livro “Fenômeno Bullying” de Cleo Fante, professora e...
tracking img