Bovinos de corte e rastreabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (625 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Disciplina: FPA II
Docente: Prof. Msc Luiz Carlos Pascuali
Discente: Deiveson Jonas de Souza Neves; RA: 12.1.88.30
Bovinos de Corte e Rastreabilidade
Este tema foi apresentado pelo grupocomposto por, Micheli Bernardi, Luan Nobre, Carine figueiredo e Suzana. Quanto à apresentação do grupo, não decharam nada a desejar, o grupo se expressou bem e mostrou dominio significativo do conteúdo, sesaindo bem nas perguntas que foram realizadas a eles. O grupo apresentou um tema de suma importância no cénario econômico Brasileiro, bovinocultura de corte tem se destacado na aconomia do Brasil,nosso país tem se sobressaido no mercado mundial de carnes. Foi apresentado um gráfico que mostrava um crescimento significativo de abate de bovinos no Brasil do 1° trimestre de 2011 ao 1° trimestre de2012, o estado com maior destaque foi o mato Grosso com um crescimento de 9,0%. O grupo mostrou as 3 fases, sendo elas a Cria, Recria e Engorda. A cria é fase onde concentra-se na produção debezerros, ao pé da vaca até a desmama. A recria vai da desmama até a fase de acasalamento para as fêmeas e engorda para os machos, variando de 2 a 4 anos, dependendo da tacnologia adotada. Por fim a engordaque é quase toda realizada em pastagens, entretanto à muitas técnicas de confinamento. A Bovinocultura de corte, obteve um crescimento de 2,1% no agronegócio brasileiro em relação a 2009, representando5,8% do PIB. Conforme foi apresentado no seminário, o Centro-oeste é a região com maior efetivo bovino do país totalizando 34,6% da produção nacional, seguido da região Norte com 20,1%. Os bovinos doBrasil tem enfrentados problemas frequentes no couro, como carrapatos e sarnas, que causam sujeira e agressão ao coro, estresse e perda de peso. No Brasil as raças de interesse à produção de carnesão divididas em 2 grupos, as européias e indianas, as européias são Caracu, Angus, Charolês e outras, as indianas são Zebu, Gir, Guzerá, e Nerole. Cerca de 20% das terras do Brasil são pasatages,...
tracking img