Bovino de corte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2169 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO – Campus Uberaba


ALANA CALEFE PASSAGLIA
FABIO FONSECA DE ANDRADE
THIAGO GONÇALVES





CRIA RECRIA E ENGORDA DE 25 A 28 MESES






UBERABA – MG
Dezembro / 2011

INTRODUÇÃO
A fazenda Mata Burrosituada no município de Uberaba – MG tem como principal atividade à pecuária de corte.
A propriedade possui 1.000 hectares formados com 500ha de brachiaria Brizantha, 200ha de brachiaria decumbens , 100ha de campo nativo e 200ha de reserva legal. Com 700 cabeças de vacas nelores , a fazenda tem a capacidade de produzir 268 bois de cruzamento industrial (Angus x Nelore) terminados por ano e 268 fêmeasF1 vendidas na desmama, para clientes que procuram qualidade em cruzamento para recrias, totalizando um total de 538 animais por ano.
O sistema de produção adotado é de cria , recria e engorda de machos produzidos à pasto com suplementação no cocho até o abate com idade de 25 a 28 meses.
Portanto , para atingir essas metas a fazenda utiliza técnicas como manejo de pastagem, adubação , IATF ,nutrição balanceada , planejamento zootécnico, mão de obra especializada, seleção de matrizes de reposição, controle de vacinação e registro de ocorrências.



SISTEMA DE PRODUÇÃO

PASTAGEM

A área da propriedade é de 800 hectares e está dividida em 2 setores,sendo um de cria e outro de recria e engorda. No setor de cria , uma área é de 400ha , 100 ha éformado de brachiaria brizantha , 200 ha formada de decumbens e 100 há de campo nativo
No manejo da pastagem na fase de cria, o método usado pela fazenda é um pastejo continuo utilizando os 300ha nas águas com uma taxa de lotação de 2.3 UA/ha. Nesse sistema como a brachiaria brizantha suporta 3 UA/ha e a decumbens 2UA/há a fazenda adotou essa taxa de lotação para facilitar o manejo oano inteiro. O campo nativo será diferido para que haja uma disponibilidade de forragem o suficiente para mantença das matrizes sendo está utilizada como um recurso de reserva de pastagens . Como as vacas ficam no mesmo pasto com os bezerros ate a desmama, a taxa de lotação considerando um bezerro desmamado de 160 kg passa a ser 2,15UA/ha o ano todo,pois na seca o campo nativo fica disponível .
Nosetor de novilhas de reposição as áreas destinadas para esses animais são de 80ha de brachiaria brizantha dando um total de 1,55UA/ha o ano todo com o peso das novilhas de aproximadamente 300kg na primeira IATF.
Para os 9 tourinhos de repasse uma área de 20ha foi reservada para que fiquem até a época de estação de monta.
No setor de recria e engorda a área destinada é de 300ha formada debrachiaria brizantha. Dentro destes 300ha a capacidade de suporte desta pastagem é de 3UA/ano.Fazendo um pasto de recria ate 18 meses com 380 kg de PV a área ocupada desta pastagem será de 120ha dando um total de 1,9UA/ha todo o tempo de recria.
Após esta recria os bois irá para um pasto de engorda de 180ha até o abate com 25 a 28 meses com 450kg de PV,esta área, a taxa de lotação é de 1,4UA/há.
Comesse manejo a fazenda tem condições de manejar o gado de acordo com o fluxo de venda sem a utilização da mesma pastagem para as diferentes fases,ou seja,quando estiver nascendo a bezerrada no mesmo ano estará abatendo os bois e liberando o pasto para a próxima fase.



REBANHO DA FAZENDA

Índices zootécnicos:
Quantidade de matrizes: 700
Taxa de prenhez na IATF: 70%
Taxa de prenhez comrepasse de touros: 15%
Taxa de prenhez.total.................. 85%
Natalidade .................................. 95%
Intervalo entre parto...................12 meses

Mortalidade:
0 - 1 ano ...................................... 5%
Descarte de vacas ....................... 15%
Taxa de reposição ....................... 20% (+ 15%)
Total de animais nascidos: .......... 537
Total de fêmeas...
tracking img