Bourdieu, campos sociais e habitus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1630 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Viçosa

Disciplina: Sociologia

Aula 10 – Bourdieu: campo social, habitus e classe

Professor: Marcelo Ottoni Durante

Curso Sociologia

Bourdieu: campo social, habitus e classe

Bibliografia:

• BONNEWITZ, Patrice. Primeiras Lições sobre a
Sociologia de Bourdieu, Rio de Janeiro: Vozes, 2003

02/13

Curso Sociologia

Pierre Félix
BourdieuBourdieu: campo social, habitus e classe

• Denguin - França 1 de agosto de 1930 — Paris
- França, 23 de janeiro de 2002
• De origem campesina, filósofo de formação,
chegou a docente na École de Sociologie du
Collège de France.
• Desenvolveu, ao longo de sua vida, diversos
trabalhos abordando a questão da dominação,
educação, cultura, literatura, arte, mídia,
lingüística e política. Tambémescreveu muito
sobre a Sociologia da Sociologia.
• O mundo social, para Bourdieu, deve ser
compreendido à luz de três conceitos
fundamentais: espaço social, habitus e capital.

03/13

Curso Sociologia

Bourdieu: campo social, habitus e classe

Filiação Téorica
•Marx e Bourdieu compartilharam uma abordagem da ordem social através do
paradigma da dominação e conceberam a realidade socialcomo um conjunto
de relações de força entre classes historicamente em luta umas com as outras.
•Em Weber, ele valorizou a dominação simbólica das relações e classe e
buscou o conceito de legitimidade para compreender como os dominados
aceitam a dominação e se sentem solidários dos dominantes num mesmo
consenso sobre a ordem estabelecida e a estratégia de análise baseada no
realismoanalítico.
•Por fim, Bourdieu adotou a concepção de sociologia fundada por Durkheim
que definiu a sociologia como o estudo dos fatos sociais, entendidos como
toda maneira de fazer, fixada ou não, que exerce sobre o indivíduo uma
coação externa, em busca da construção de regularidades e não leis
científicas.
04/13

Curso Sociologia

Bourdieu: campo social, habitus e classe

Real é Relacional•Para capturar a lógica mais profunda do mundo social é preciso avaliar a
particularidade da realidade empírica analisada, historicamente situada e
datada. As diferenças entre estruturas, práticas e gostos das pessoas resultam
de particularidades de histórias coletivas diferentes e não de singularidades
das naturezas. Desta forma, é possível apanhar o invariante, a estrutura, na
variedadeobservada.

•As análises comparativas das práticas sempre deverão levar em conta os
sistemas, pois suas distinções, freqüentemente consideradas como inatas, são
de fato diferenças marcadas pelo caráter relacional e só existem em relação a
outras propriedades.
•Esta concepção de diferença constitui o fundamento para pensarmos a noção
de espaço social, conjunto de posições distintas e coexistentes,definidas umas
em relação às outras por sua exterioridade mútua e por relações de
proximidade e de ordem.
05/13

Curso Sociologia

Bourdieu: campo social, habitus e classe

Organização do Espaço Social
•O espaço social reúne os agentes sociais, indivíduos e grupos, distribuídos em
função dos principais princípios de diferenciação das sociedades.
•O espaço social é organizado de acordocom três dimensões:
•volume global de capital, que reúne todos os tipos de capital,
•peso relativo dos distintos tipos de capital no volume global de capital e,
•evolução, no tempo, do volume e da estrutura de seu capital.
•Bourdieu destacou a existência de 4 tipos de capital:
•econômico, reunindo bens econômicos e fatores de produção,
•cultural, reunindo distintas formas de qualificaçãointelectual,
•social, reunindo as facilidades trazidas pelos contatos sociais e
•simbólico, envolvendo o reconhecimento necessário para garantir a
legitimidade da posse dos demais tipos de capital.
•Ao sistema de separações diferenciais, que definem as distintas posições nos
sistemas principais do espaço social, corresponde um sistema de separações
diferenciais nas propriedades dos...
tracking img