Bioquimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5878 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITARIO UNIRG
FACULDADE UNIRG - CAMPUS II
CURSO DE ODONTOLOGIA - 1º PERÍODO







Acadêmico:
Docente: Joaquim Penoni



























GURUPI-TO
SETEMBRO DE 2010
Vitaminas
e
Coenzimas















































GURUPI-TO
SETEMBRO DE 2010
INTRODUÇÃO


Neste projeto dePesquisa iremos falar sobre, coenzimas e vitaminas. Explicando ao decorrer deste, cada um deles.
As coenzimas são uma mistura de compostos orgânicos, de baixo peso molecular, termoestáveis, requeridos para a atividade das enzimas, que se combinam reversivelmente a algumas enzimas e são essenciais ao funcionamento destas.
As vitaminas constituem nutrientes orgânicos requeridos em pequenasquantidades a uma série de funções bioquímicas e que, geralmente, não podem ser sintetizados pelo organismo, devendo, portanto, serem fornecidos pela alimentação.





































COENZIMAS

Muitas enzimas que catalisam transferência de grupos e outras reações requerem, além do seu substrato, uma segunda molécula, conhecida como co-fator, sem o qual, elas são inativas.Co-fatores são substâncias não-protéicas que tomam parte das reações enzimáticas e são regeneradas para serem utilizadas em reações futuras. Os co-fatores podem ser: íons metálicos, coenzimas ou grupos prostéticos.
As coenzimas são aceptores de átomos ou grupos funcionais retirados do substrato em um dada reação e como doadores destes mesmos grupos ao participarem de uma outra reação e, poristo, diz-se que as coenzimas são transportadas de determinados grupos. O fato de as coenzimas estarem sendo constantemente recicladas permite que suas concentrações celulares possam ser bastante reduzidas, muito menores do que as concentrações do substrato.
Em alguns casos, a coenzima encontra-se covalentemente ligada à molécula enzimática, constituindo um grupo prostético da proteína; emoutros casos é uma molécula “livre”, reunindo-se à enzima apenas no momento da catálise.
As coenzimas são uma mistura de compostos orgânicos, de baixo peso molecular, termoestáveis, requeridos para a atividade das enzimas. Algumas coenzimas são integralmente sintetizadas pelas células; outras apresentam em sua molécula um componente orgânico que não pode ser sintetizado pelos animaissuperiores. Esse componente, ou um precursor imediato, deve então ser obtido através da dieta, constituindo uma vitamina. As vitaminas são compostos orgânicos indispensáveis ao crescimento e funções normais dos animais superiores. Estas são classicamente divididas em hidrossolúveis e lipossolúveis, sendo as vitaminas hidrossolúveis aquelas que possuem função de coenzima ou fazem parte de moléculascoenzimas.
A participação direta de coenzimas na catálise é ilustrada, pela classe de enzimas conhecidas como aminotransferases, ou mais comumente como transaminases. As transaminases catalisam a troca dos grupos α-amino de α-aminoácidos com os grupos α-oxo dos α-oxoácidos piruvato, oxaloacetato ou α-cetoglutarato, reações fundamentais para biossíntese e o catabolismo dos aminoácidos.
Algumasdas mais importantes coenzimas orgânicas são vitaminas e seus derivados, especialmente as vitaminas B. A maioria delas são ligadas às enzimas por forças não covalentes. Os compostos que formam ligações covalentes com as enzimas também podem ser denominadas por grupos prostéticos. As enzimas que necessitam de coenzimas incluem as que catalisam oxirreduções que fornecem energia para o organismo,transferência de grupos funcionais nos processos metabólicos, reações de isomerização e reações que formam ligações covalentes (Classes IUB, 1, 2,5 e 6). Reações líticas, incluindo as reações de hidrólise, catalisadas por enzimas digestivas, não requerem coenzimas.
Por duas razões principais, é interessante visualizar uma coenzima como um segundo substrato. Primeiro, as modificações químicas...
tracking img