Bioquimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2125 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Efeitos da suplementação de creatina e do treinamento de potência sobre a performance e a massa corporal dos ratos



A creatina é um dos suplementos mais usados por atletas para incrementar a síntese protéica e aumentar a massa e força muscular. É originalmente, sintetizada no fígado e no pâncreas, por meio dos aminoácidos arginina, glicina e metionina. Ela também é encontradaem baixas proporções na carne vermelha (cerca de 5g de creatina para cada quilo de carne) e no peixe. Também é uma substância natural que nosso corpo produz para ter energia, as maiorias das pessoas produzem cerca de 2 g por dia, que é o suficiente para ter um bom equilíbrio.
A creatina ajuda a introduzir a água nas células musculares, dando-lhes volume. Os músculos ficam como que inchadose este processo ajuda na síntese de proteína. É encontrada principalmente na musculatura esquelética.
Sua absorção no trato gastrintestinal é por transporte ativo, sendo a maior parte das grandes doses ingeridas removida do plasma pelos rins e excretada na urina.Promove o fornecimento de prótons de hidrogênio e regula a glicólise(4,7). A degradação da PCR por meio de uma reaçãoirreversível gera como produto final a creatinina, que é excretada na urina.
Sua complementação maior excreção de creatinina urinária, possivelmente devido ao incremento dos estoques de creatina corporal. Tem grande desempenho durante o exercício físico. Estão associados à elevação do pool de energia intracelular, aumento da taxa de ressíntese de PCR, redução do acúmulo de fosfato inorgânico eelevação do ph.
Os aumentos da massa muscular e da força são cruciais para o desempenho na maioria dos exercícios de potência. Estudos mostram
que a suplementação de creatina pode aumentar o peso corporal
e a força. Alguns pesquisadores argumentam que o aumento do peso corporal em resposta à prática do exercício de força e suplementação de creatina ocorre pela maior retenção de água nomúsculo causada pelo efeito osmótico decorrente da elevação da creatina intramuscular.
Outra explicação é a redução da degradação e o aumento da síntese protéica. Argumenta-se que o edema celular proveniente da retenção de água, em resposta ao consumo de creatina, atenua a taxa de degradação protéica por reduzir a liberação dos aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA), retornando ao normalquando a célula restabelece as condições normais, sugerindo que a creatina reduz a proteólise muscular.
Foi mostrado em um estudo em ratos que a interação do consumo
de creatina com o exercício físico aumentou a síntese protéica do músculo cardíaco de ratos, mas não aumentou a proteína corporal total.
A suplementação crônica de creatina associada ao treinamento de potência sobre acomposição da massa corporal magra ainda não estão bem esclarecidos. Há de se considerar que os estudos com atletas não possibilitam tais análises diretas O objetivo foi investigar os efeitos da suplementação de creatina associada a um programa de treinamento de potência (saltos verticais) sobre a performance e a composição da massa corporal magra de ratos.
A hipótese que a suplementaçãode creatina associada ao programa de treinamento com saltos verticais aumenta a performance e o percentual de proteína na massa corporal magra.

METODOS USADOS NO ESTUDO

Amimais de experimentação e tratamento:

Trinta animais (Rattusnorvegicus – Wistar) adultos (peso: 350,0 ± 11,9g; média ± DP).

Grupos distribuídos aleatoriamente:

SSC (sedentáriosem creatina; n = 08); SC (sedentáriocreatina; n = 08)

ESC (exercício sem creatina; n = 06)

EC (exercício creatina; n =08)

Os animais foram alocados individualmente em gaiolas de aço inox, mantidos em ambiente com temperatura média de 24oC e regime de luminosidade de 12h claro/escuro. Todos os animais receberam ração comercial (Socil ®) e água destilada ad libitum.
Administração de Creatina – Os grupos SC e EC...
tracking img