Bioma cerrado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3549 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Seminário de Biopatologia nº3 26 de Setembro de 2006

ATEROSCLEROSE, DOENÇAS DOS GRANDES E
PEQUENOS VASOS
Caros amigos e colegas, Antes de se poderem deliciar com mais um seminário de Biopatologia, são necessárias algumas instruções de navegação: ** A Comic Sans MS está o enunciado do seminário disponibilizado pelo serviço. ** A Times New Romanestão as respostas às perguntas propostas e alguma informação retirada do Robbins and Cotran (7ª edição) e dos nossos apontamentos do seminário. Achamos que seria útil fazermos uma pequena introdução teórica (o que tanta falta faz no seminário!) e ir fazendo umas achegas ao longo do seminário, para que os assuntos não caiam do céu! Os esquemas usados nesta desgravada, e apresentados no seminário,foram também retirados do Robbins and Cotran (7ª edição). Não se assustem com o tamanho do seminário! Vão ver que tem muitas imagens! Vá, não percam mais tempo! Hope you enjoy it ☺

INTRODUÇÃO
A arteriosclerose designa o espessamento e perda de elasticidade das paredes arteriais. São reconhecidos 3 padrões de arteriosclerose, que variam na patofisiologia, clínica e consequências patológicas: •Aterosclerose: padrão mais frequente e mais grave Caracteriza-se por lesões na íntima – ateromas ou placas fibroadiposas ou ateromatosas – que se projectam para o interior do vaso, obstruem o lúmen vascular e enfraquecem a média subjacente.

Aterosclerose, doenças dos grandes e pequenos vasos

1

• •

Esclerose de calcificação media de Mönckeberg: depósitos de calcificação na muscular dasartérias em pessoas com idade superior a 50 anos. Arteriolosclerose: afecta pequenas artérias e arteríolas. Existem duas variantes anatómicas, hialina e hiperplástica, ambas associadas com o espessamento da parede dos vasos com estreitamento do lúmen que pode causar lesão isquémica. Frequentemente associada à hipertensão e diabetes mellitus. O processo chave da aterosclerose é o espessamento daíntima e a acumulação lipídica.

O ateroma ou placa ateromatosa consiste numa lesão focal aumentada inicialmente dentro da íntima, tendo um núcleo lipídico (colesterol e ésteres de colesterol) grumoso, amarelo e macio, coberto por uma cápsula fibrosa branca e firme. As lesões ateroscleróticas geralmente envolvem apenas uma circunferência parcial da parede arterial e variam ao longo do comprimentodo vaso. Focais e escassamente distribuídas no início, as lesões ateroscleróticas tornam-se progressivamente numerosas e difusas com o progresso da doença. Nos humanos, a aorta abdominal está geralmente muito mais envolvida nestas lesões do que aorta torácica e estas tendem a ser mais proeminentes à volta da origem dos principais ramos. Por ordem decrescente (a seguir aorta abdominal) os vasos maisenvolvidos são as coronárias, as poplíteas, as carótidas internas e vasos do polígono de Willis. Factores de Risco A prevalência e severidade da doença entre indivíduos e grupos está relacionada com vários factores, alguns constitucionais, mas outros adquiridos e potencialmente controláveis. - Factores constitucionais: Idade: Aterosclerose não é clinicamente evidente até à meia-idade ou maistarde, quando as lesões arteriais precipitam as lesões de órgãos. Entre os 40 e os 60 anos a incidência de enfarte do miocárdio é elevada cinco vezes. Sexo: Os homens são muito mais propensos para a aterosclerose e suas consequências do que as mulheres. Genética: A predisposição familiar bem estabelecida para a aterosclerose e doença cardíaca isquémica é poligénica. (ex: hipercolesterolemia familiar)Aterosclerose, doenças dos grandes e pequenos vasos

2

- Factores de risco potencialmente reversíveis (não genéticos, particularmente a dieta, estilo de vida e hábitos individuais): Hiperlipidemia: Hipercolesterolemia. Níveis elevados de colesterol plasmático são suficientes para estimular o desenvolvimento de lesões mesmo se outros factores de risco estiverem ausentes. As LDL estão...
tracking img