A importancia economica no reino animal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2339 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

INTRODUÇÃO
1. A BOTÂNICA ECONÔMICA E O PROFISSIONAL BIÓLOGO A importância econômica dos recursos obtidos do reino vegetal é inegável. O homem depende, para sua sobrevivência e bem estar, de recursos naturais, grande parte dos quais provém, direta ou indiretamente, de plantas. A atividade econômica voltada à produção de recursos econômicos vegetais é espantosa e dedimensões dificilmente apreensíveis à compreensão humana. Só para dar uma pálida idéia da produção de um setor da botânica econômica brasileira, vamos citar um dado já antigo de Rizzini e Mors (1976), que mencionam a produção de lenha no Brasil em 1973: 132.580.175 metros cúbicos, que se destinaram principalmente à produção de celulose, papel e carvão (este último correspondendo a 9.130.175 metroscúbicos). Imaginando-se que toda essa lenha fosse apresentada em toras de 30 cm de diâmetro, e reunindo-as todas numa única fileira, esta teria um comprimento de aproximadamente 473.000 Km, ou seja, mais de uma vez e meia a distância da Terra à Lua. O conhecimento geral do que se explota comercialmente e como se transformam os recursos provenientes das plantas é importante para o biólogo, a fim deque ele possa dialogar, em sua atividade profissional, com especialistas de outras áreas, como os agrônomos, os engenheiros, os farmacêuticos etc. É importante lembrar também que, de um modo geral, os cursos de biologia têm tradicionalmente uma forte conotação acadêmica, pouca atenção sendo dada aos aspectos aplicados da ciência. Por essa razão, é importante que o estudante tenha em seu currículouma disciplina que discuta a contribuição que a biologia e os biólogos podem dar à produção e manejo de recursos obtidos de plantas. É absolutamente seguro afirmar-se que a importância do estudo da botânica econômica nunca foi tão grande, num curso para biólogos, como o é nos dias atuais. A Humanidade enfrenta hoje desafios muito sérios, que põem em risco a sua própria sobrevivência como espéciebiológica. Em vários períodos anteriores da História da nossa civilização, disseminou-se um medo irracional de que "o mundo iria acabar". Isso ocorreu, por exemplo, no final do primeiro milênio, e em algumas ocasiões em que o cometa Haley se aproximou da Terra, alterando visivelmente o aspecto celeste noturno. Em todas essas ocasiões, não tinha qualquer fundamento o temor da chegada de um final dostempos. Rua do Matão – Travessa 14 no. 321 – CEP 05508-900 – Cidade Universitária São Paulo – Brasil – http://www.ib.usp.br
1

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

Hoje estamos diante de uma ameaça real, não devida a uma eventual hecatombe nuclear (que não pode, na verdade, ser descartada), mas sim a outros fatores que convergiram, no atual momento histórico, não somente na extinção em massa deespécies de plantas e animais (somente comparável a uns poucos períodos em eras geológicas passadas), mas que põem seriamente em risco também a existência da nossa própria espécie. Ironicamente, diante de uma possibilidade concreta de extinção da humanidade, num horizonte muito próximo, relativamente pouca gente parece preocupada nos dias atuais. Um dos desafios sérios da atualidade é da o da fome:atualmente, estima-se que 1,1 bilhão de pessoas vivem na mais absoluta miséria. Esse quadro é intensamente agravado pelo aumento explosivo da população mundial que vem ocorrendo neste século. A situação torna-se ainda mais aguda pelo fato de que a de aumento populacional é muito maior nos países em desenvolvimento, ou seja, nas regiões do planeta em que a subnutrição e a desnutrição das populaçõeshumanas é mais grave. A população mundial, atualmente em torno de 6 bilhões de habitantes, é acrescida a cada ano de 96 milhões de novos seres humanos. Isso impõe a necessidade de, não apenas aliviar o problema da fome dos povos mais carentes, como também o de prover alimento para o enorme contingente de pessoas que continuamente se integram à população já existente. A atuação humana na explotação...
tracking img