Barroco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (634 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Suelen Marques da Silva Literatura brasileira I
-------------------------------------------------
Mat.: 2005.02.141.37-2 Prof. Luiz Carlos Sá
Introdução:
No Brasil,o Barroco manifestou-se, primeiramente, na literatura e, posteriormente, na pintura e na escultura, até o fim do século XVIII. Os historiadores literários que seguem uma vertente mais tradicionalapontam que “Prosopopeia”, de Bento Teixeira, deu início à estética barroca em nosso país. “Obras Poéticas”, de Cláudio Manoel da Costa, cuja publicação se deu em 1768, marcaria o fim do Barrocobrasileiro.
A poesia de Gregório de Matos, poeta barroco que viveu na Bahia durante o séc. XVII que ficou conhecido por suas obras poéticas que se dividem em lírica sacra, lírica amorosa (espiritual ecarnal), lírica encomiástica (poemas de circunstância, poemas laudatórios) e lírica filosófica. Segue abaixo uma análise de um poema satírico de Gregório de Matos.

Triste Bahia
Triste Bahia! Ohquão dessemelhante
Estás, e estou do nosso antigo estado!
Pobre te vejo a ti, tu a mim empenhado,
Rica te vejo eu já, tu a mim abundante.

A ti tocou-te a máquina mercante,
Que em tua larga barratem entrado,
A mim foi-me trocando, e tem trocado
Tanto negócio, e tanto negociante.

Deste em dar tanto açúcar excelente
Pelas drogas inúteis, que abelhuda
Simples aceitas do sagaz Brichote.Oh se quisera Deus, que de repente
Um dia amanheceras tão sisuda
Que fora de algodão o teu capote!

Elementos formais
Eis aqui um soneto gregoriano de versos decassílabos heroicos,dispostos deforma interpolada, que consiste em duas estrofes formadas por quatro versos e duas estrofes finais de três versos (abba abba cde cde). Vale salientar que os versos são decassílabos à Os Lusiadas, dopoeta luso Luís de Camões. Este poema possui um gênero Lírico.
Interpretação
O tema é a decadência financeira da Bahia, no poema, nos deparamos com um eu -lírico que lamenta a situação da Bahia...
tracking img